Fluminense x Ypiranga Ganso

Ganso marcou o primeiro gol com a camisa do Fluminense (Foto: Magalhaes jr/Photopress/Lancepress!)

Luiza Sá
07/03/2019
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Paulo Henrique Ganso chegou ao Fluminense como um dos reforços de maior destaque na janela de transferências. Com um alto investimento do clube, ele trouxe na bagagem certa expectativa por parte da equipe e, especialmente, da torcida. Se nos dois primeiros jogos ele foi alvo de críticas e deixou a desejar, a terceira partida foi mais animadora: lances de qualidade e um gol marcaram a vitória do Flu por 3 a 0 contra o Ypiranga (RS), no Maracanã.

Esse era um dos grandes testes para Ganso nesse início de ano. Mesmo sendo um duelo contra uma equipe bem mais fraca, uma derrota eliminava o Tricolor da Copa do Brasil. Em caso de empate, pênaltis. A queda da equipe resultaria ainda em problemas nos cofres. Passando para a terceira fase, o Fluminense embolsou R$ 1,45 milhão.

Em números do "Footstats", Ganso tentou três cruzamentos (um certo), fez um desarme, tentou um lançamento, errado, foi o líder em finalizações, com quatro (três corretas), deu 31 passes certos e quatro errados. O zagueiro Digão, por exemplo, o líder no último quesito, tocou 95 vezes a bola, errando apenas duas vezes.

Na movimentação durante o confronto, Ganso tentou avançar por todos os lados do campo, mas foi na direita que ele se deu melhor. Um de seus melhores lances, inclusive, saiu por este setor, quando ele driblou todo mundo e deu o passe para Gilberto, que acabou desperdiçando.

- O Ganso vem muito bem, correspondendo bastante às expectativas. Ele está treinando melhor e a tendência é que jogue melhor. Estava muito tempo sem jogar. Era normal não ter tido a atuação de hoje nas partidas anteriores. Fazer gol sempre é importante, mas o mais importante é a maneira como ele conseguiu evoluir. O Ganso é inteligente, vem treinando bem, tem tudo para fazer uma grande temporada. Queremos ajudar ele a se encontrar - avaliou Diniz, em entrevista coletiva.

Gol cedo ajuda Flu

O Fluminense não vinha tendo bons resultados contra defesas bem postadas, como aconteceu contra o Vasco, o Antofagasta e até o Resende no último duelo da equipe. Porém, o Tricolor conseguiu surpreender rápido o Ypiranga (RS) e saiu bem do Maracanã sem sofrer tanto para marcar. 

Os outros gols da partida também mostraram um Flu que diminuiu o ritmo após se consolidar e ver que o adversário não ofereceria perigo, mas que aproveitou as chances que teve. O time das Laranjeiras terá duelos importantes neste mês e precisará mostrar a mesma eficiência para se consolidar na Taça Rio e avançar na Sul-Americana. 

- A gente conseguiu abrir o placa logo cedo, isso facilitou o jogo. O time do Ypiranga não marcou tanto e a gente conseguiu trocar bastante passe e graças a deus saímos classificados - avaliou Gilberto após o confronto.