Fluminense x Santa Cruz Fernando Diniz

Fernando Diniz durante a vitória do Fluminense por 2 a 0 contra o Santa Cruz LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

LANCE!
18/04/2019
00:36
Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense encaminhou a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil ao derrotar, na noite desta quarta-feira, o Santa Cruz, no Maracanã, por 2 a 0, com gols de Gilberto e Luciano. Além da vitória, o jogo também marcou o retorno do centroavante Pedro aos gramados depois de 234 dias. No entanto, após a partida, a repercussão foi outra: Everaldo no Corinthians. Em entrevista à "TV Globo", o pai do jogador, Everaldo Nascimento, confirmou a transferência do seu filho ao clube paulista. Fato negado pelo atacante e também pelo técnico Fernando Diniz. 

- Pelo Everaldo, não tem nada acertado. Conversamos com ele. Sabíamos da sondagem do Corinthians e do Cruzeiro, mas ele tem contrato (até o dia 17 de maio) e vai respeitá-lo. Ele não tem feito corpo mole. Tem treinado todo dia e dentro de campo produz muito. Não à toa fez boa partida contra o Santa Cruz. Está vestindo a camisa - afirmou o comandante.

Apesar da vitória, um fato raro aconteceu na partida: Diniz foi obrigado a mexer as três vezes por problemas com lesão de seus jogadores (Aírton, Yony González e Paulo Henrique Ganso). Até por causa disso, o time caiu consideravelmente de produção. De qualquer forma, para o treinador, os 45 minutos iniciais foram os melhores do Flu em 2019.

- Normal o time cair, até pelas ausências. Demos uma carga pesada de treinos táticos durante a semana e os jogadores ainda não estão acostumados. O primeiro tempo foi o nosso melhor período no ano. Tivemos muito volume de jogo, marcamos forte, o Santa Cruz praticamente não teve chances de gol. Então, além de jogar bem, o time estava ajustado na defesa. Os jogadores marcavam e recuperavam a bola rapidamente. Poderíamos ter feito mais, mas o 2 a 0 é uma boa vantagem - elogiou.

Logicamente, Pedro também foi assunto. O centroavante entrou em campo no início do segundo tempo, depois que Yony González torceu o tornozelo sozinho em um lance na grande área, e quase marcou de falta. Fernando Diniz revelou que, inicialmente, o retorno de Pedro estava previsto somente para o Brasileirão, mas a volta antecipada pode servir para o camisa 9 readquirir ritmo.

- A programação inicial era o Pedro jogar só no Brasileirão. Mas o mais importante é que ele se sentiu bem jogando. Ele não precisa de nada especial. É um jogador nível de Seleção. Então é dar tempo para ele recuperar o ritmo de jogo. É muito bom contar com novos jogadores. Ele iria jogar uns 25 minutos, mas jogou mais ou menos 40. Para o Campeonato Brasileiro, o time vai ficando mais robusto - concluiu.

O Fluminense volta a enfrentar o Santa Cruz na próxima quinta-feira (25), no Arruda. O Tricolor tem a vantagem do empate e pode perder por até um gol de diferença para avançar de fase. Em caso de vitória do time pernambucano por dois gols de diferença, a partida será decidida nos pênaltis.