Marcelo Oliveira - Deportivo Cuenca x Fluminense

Marcelo Oliveira tem 21 jogos pelo Fluminense (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)

LANCE!
18/10/2018
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Independentemente do adversário, o 3-5-2 era a formação certa do Fluminense de Abel Braga. A figura mudou um pouco após a chegada de Marcelo Oliveira, que logo em sua apresentação já classificou que tinha 'preferência por jogar de outra forma'. Fato é que a situação mudou de figura. Depois de fazer algumas partidas com quatro defensores, o treinador adotou o antigo esquema e já chega a seis confrontos consecutivos desta forma.

- Já joguei com três zagueiros em algumas oportunidades, mas tenho preferência por jogar de outra forma. Vou conversar com os jogadores, trocar ideia. Eu vi que Fluminense levou mais gols do que fez, isso é o preocupante. Mas tem de ter o time todo concentrado na marcação sem a bola para que se possa minimizar isso. Vamos montar um sistema que não agrida as características dos atletas. Inicialmente, não jogarei com três zagueiros, mas precisamos ter um sistema bom de marcação. Não levar contragolpe, não ser um time precipitado. Mas isso é treinamento - avaliou Marcelo em sua chegada.

No aproveitamento, Abel somou 32 jogos no comando do Tricolor nesta temporada e a equipe sofreu 33 gols nesse período. Vale ressaltar que já nos últimos quatro jogos de sua passagem, o treinador veterano sofreu um gol do Santos, cinco do Atlético-MG, dois do Flamengo e dois do Paraná, aumentando consideravelmente um número que vinha mais controlado.

Já Marcelo Oliveira tem 21 jogos até aqui somando Campeonato Brasileiro e Sul-Americana. O grupo sofreu 18 gols, considerando também as grandes derrotas para Internacional, Atlético-PR e Flamengo com três gols para os adversários. Os goleiros do Flu só viram sua rede ficar sem balançar em 10 duelos, batendo de frente com os 13 conquistados por Abel.

Em uma soma geral, o Tricolor tem sete jogos, três vitórias, dois empates e duas derrotas com o 4-4-2; seis jogos, duas vitórias, dois empates e duas derrotas no 4-3-3, além dos oito confrontos no 3-5-2, com cinco vitórias, um empate e duas derrotas.