Fluminense x Criciúma - Copa do Brasil 2017

Richarlison estava no grupo que eliminou o Criciúma em 2017 (Foto: Nelson Pérez/Fluminense FC)

Luiza Sá
22/06/2021
16:59
Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense conheceu, nesta terça-feira, o adversário das oitavas de final da Copa do Brasil. O Tricolor terá pela frente o Criciúma, em confronto definido em sorteio na sede da CBF, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. O duelo de ida será no Heriberto Hulse e a volta no Maracanã. As partidas estão programada para as semanas dos dias 28 de julho e 4 de agosto.

+ Fluminense ultrapassa R$ 387 milhões com vendas de joias de Xerém em 10 anos; relembre

O Criciúma atualmente está na Série C. Na temporada atual, disputou 19 jogos até o momento, venceu três, empatou 11 e perdeu cinco. Os comandados de Paulo Baier são os únicos representantes de Santa Catarina na competição e eliminaram Santo André, Ponte Preta e América-MG, sendo os dois últimos confrontos decididos nas penalidades.

Na história, as duas equipes já se enfrentaram 23 vezes com ampla vantagem dos cariocas. São 14 triunfos do Fluminense, cinco do Tigre e quatro empates. O último encontro foi justamente pela Copa do Brasil, em 2017. Depois de um empate por 1 a 1 fora, o Flu fez um jogo nervoso no Estádio Giulitte Coutinho e venceu por 3 a 2, avançando para a quarta fase. Douglas, Henrique Dourado e Sornoza fizeram os gols do Tricolor.

Veja todos os confrontos da Copa do Brasil

Naquela partida, Sornoza foi um dos destaques. Foi dele o passe para Richarlison, atualmente no Everton (ING), que o deixou na cara do gol já no fim do jogo, mas o atacante se enrolou e desperdiçou.

O Flu tinha Diego Cavalieri, Renato, Henrique, Renato Chaves e Léo; Orejuela, Douglas, Sornoza; Richarlison, Henrique Dourado e Wellington Silva. Wendel, Marcos Junior e Marquinho entraram. Abel Braga era o treinador. Dodi, que estava nas Laranjeiras até o ano passado, e Marlon, que ainda pertence ao Tricolor, estavam no Criciúma.

Este será o quarto encontro entre as equipes na Copa do Brasil. Além do já citado duelo em 2017, houve também dois jogos em 1996, pelas oitavas, com vitória do Fluminense por 2 a 1 em Laranjeiras e derrota de 3 a 1 no Heriberto Hulse, e nas quartas de 1992, com dois triunfos do Tricolor por 2 a 1 e 3 a 0.

O Flu busca o bicampeonato do mata-mata nacional. O time foi campeão em 2007, quando superou o Figueirense na decisão, com gol do então zagueiro Roger, hoje o técnico tricolor.

Neta fase, não houve restrições e divisão de potes. A partir das oitavas de final, os jogos passam a contar com o recurso do árbitro de vídeo (VAR). Para as quartas de final haverá um novo sorteio e será definido o chaveamento até a decisão.