Matheus Dantas
25/05/2017
14:14
Rio de Janeiro (RJ)

Que Abel Braga é ídolo do Fluminense, ninguém duvida. No último domingo, o treinador chegou a 250 jogos como comandante da equipe, o terceiro com mais partidas a frente do clube. Nesta quinta, antes da coletiva de Pedro Abad no CT, o presidente chamou Abelão e fez questão de homenageá-lo como merece. Se ele ficou contente?

'A conquista humana é o reconhecimento, a gratidão. Isso é muito mais válido para mim'

- Não esperava isso aqui, não estava entendendo porque me chamaram. Vale mais do que conquistas para mim. Nós trabalhamos para para conquistar esportivas, todos nós. Mas a conquista humana é o reconhecimento, a gratidão, e isso é muito mais válido para mim. É um dia especial. Realmente não sabia nada disso - disse Abel, visivelmente emocionado.

Além de uma camisa comemorativa com o número 250, o clube o presenteou com um quadro com o seu rosto desenhado. Dentro deles, frases enviadas pelos torcedores em ação promovida nas redes sociais. O treinador se derreteu com as homenagens e as palavras da torcida.

'Poxa, vivi 40 anos aqui e nunca ouvi isso de ninguém. Hoje só tenho a agradecer'

- Não posso esquecer a homenagem, as frases... As pessoas entendem a representatividade e relação que tenho com o clube. De coração muito obrigado, Abad, Teixeira, Torres, meu grande parceiro. É um clube especial, não adianta a gente querer falar. Tive um conversa no Centenario, antes do jogo contra o Liverpool-URU. O Pedro Antonio me falou uma coisa que me marcou tanto... Poxa, vivi 40 anos aqui e nunca ouvi isso de ninguém. Hoje só tenho a agradecer - contou o treinador, antes de brincar.

- Vou levar o quadro pro meu escritório. Quem já foi sabe que é bem legal, e hoje já vou colocar essa homenagem lá (risos).