Boavista x Flamengo Gabigol

Gabigol marcou mais um gol com a camisa do Flamengo (Foto: Delmiro Junior/Photo Premium/Lancepress!)

Lazlo Dalfovo e Luiza Sá
22/02/2020
19:09
Rio de Janeiro (RJ)

Desde a temporada passada, o Flamengo tem transformado os títulos em rotina. Nela, inegavelmente, Gabigol é protagonista e arma letal para as taças levantadas. E neste sábado, o atacante viveu uma noite especial. Diante do Boavista, no Maracanã, marcou um dos gols na vitória por 2 a 1, comemorou a conquista da Taça Guanabara e chegou à marca de 300 jogos na carreira. 

A sua estreia, curiosamente, se deu contra o Flamengo, no dia 26 de maio de 2013, quando tinha apenas 16 anos e na despedida de Neymar pelo Santos. De lá para cá, são 300 jogos e outros números acumulados de impressionar. 

Com o carimbo deste sábado, Gabriel Barbosa chega a 138 gols, ao todo, além de somar seis artilharias em competições oficiais - pelo Fla, já são 48 bolas na rede. As assistências são 42.

Por falar em título, Gabigol, somando a Taça Guanabara deste sábado, chega a nove títulos como jogador profissional. Os anteriores são: Paulista (2), Taça Rio, Carioca, Brasileiro, Libertadores, Supercopa do Brasil e Olimpíadas. 

VEM MAIS UM?

E o décimo título pode vir já nesta quarta-feira. Suspenso na ida da Recopa Sul-Americana, Gabigol poderá, enfim, enfrentar o Independiente Del Valle, no Maracanã, pela finalíssima continental. Na ida, em Quito, as equipes empataram em 2 a 2 . Agora, qualquer novo empate levará à prorrogação. Caso a igualdade persista, a decisão entre o campeão da Libertadores e o da Sul-Americana de 2019 irá para os pênaltis. 

Os equatorianos que lutem contra um time que tem Gabigol embalado.