Matheus Dantas
18/07/2018
23:54
Rio de Janeiro (RJ)

O São Paulo ignorou o Maracanã lotado, venceu o Flamengo por 1 a 0 nesta quarta-feira e, agora, segue o líder Flamengo mais de perto. A diferença entre os clubes na tabela, agora, é de apenas um ponto. O responsável pela vitória tricolor foi o meia-atacante Everton, que defendeu o Rubro-Negro em 2018.

Na próxima rodada, o Flamengo tem o Botafogo pela frente. O clássico será disputado no sábado, às 19h, no Maracanã. Já o São Paulo receberá o Corinthians no Morumbi. O clássico paulista também será no sábado, às 21h.


FLA ESBARRA NA DEFESA RIVAL

Como prometido por Barbieri, o Flamengo não alterou sua forma de atuar. As mudanças pontuais - Rômulo no lugar do suspenso Cuéllar e Marlos Moreno no lugar de Vinícius Jr, negociado com o Real Madrid - cumpriram suas funções e o Rubro-Negro tentou impôr o ritmo de jogo desde o início. Porém, esbarrou na boa defesa do São Paulo.

Com bons avanços pelas laterais, o Rubro-Negro rondou com perigo a área de Sidão, mas o goleiro terminou a etapa inicial sem ser exigido. O maior susto foi em cabeçada de Paquetá no travessão, com a zaga limpando na sequência.

REFORÇO SÃO-PAULINO MOSTRA QUALIDADE

O São Paulo, por sua vez, soube esfriar a partida e ainda criou as chances mais claras de marcar. Empurrado pela torcida, o Flamengo ensaiou uma pressão, mas a marcação do time de Aguirre mostrou-se eficiente. A boa marcação de Jucilei em Diego, camisa 10 rival, facilitou o trabalho de Anderson Martins e Arboleda, que cortaram vários lançamentos.

Para ameaçar a meta de Diego Alves, o São Paulo contou com João Rojas. O estreante mostrou qualidade no mano a mano. Em um de seus lances, deixou Réver sentado no gramado e chutou. No rebote, Everton Ribeiro tentou, mas a bola saiu rente à trave esquerda. O Tricolor ainda teve outras duas chances, mas o gol teimou em não sair na etapa inicial.

EVERTON E A "LEI DO EX" EM AÇÃO

Na volta do intervalo, não demorou para a rede balançar no Maracanã. O São Paulo aproveitou um raro momento de desorganização da zaga do Flamengo e encaixou o contra-ataque. Rojas cruzou para Everton, que, em seu primeiro encontro com o ex-clube, abrir o placar. Comemoração contida do camisa 22.

RESPOSTA DO FLAMENGO

O time da casa sentiu o gol e demorou a reagir no Maracanã, Barbieri promoveu a estreia de Uribe. Aplaudido pela torcida, o colombiano teve três boas chances, mas falhou. Na primeira, chutou para fora com Sidão já batido. Depois, o atacante hesitou em chutar e tocou mal para Guerrero - o peruano, minutos antes, havia exigido grande defesa do goleiro rival em cabeçada.

O Flamengo buscou o gol de empate até o fim. Maurício Barbieri colocou o time para cima, com Trauco e Matheus Sávio substituindo E. Ribeiro e Rômulo. Não adiantou. O Tricolor segurou o resultado e diminuiu a distância para o líder.

FICHA TÉCNICA 
FLAMENGO 0 x 1 SÃO PAULO

Local:
Maracanã - Rio de Janeiro (RJ)
Data-hora: 18/07/2018 - às 21h45
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Pedro Martinelli Christino e Luciano Roggenbaum (PR)
Renda/Público: R$ 1.588.687,60 / 51,777 pagantes (55.986 presentes)

Cartão amarelo: Rômulo, Everton Ribeiro e Diego (FLA); Sidão, Everton, Araruna e Reinaldo (SAO)
Cartão vermelho: Arararuna (SAO).

GOLS: Everton (0-1, 2'/2ºT)

FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Réver, Léo Duarte e Renê; Rômulo (Trauco, 30'/2ºT), Lucas Paquetá e Diego; Everton Ribeiro (Matheus Sávio, 41'/2ºT), Marlos Moreno (Uribe, 16'/2ºT) e Guerrero - T: Maurício Barbieri.

SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Jucilei (Liziero, 36'/1ºT), Hudson, Nenê e João Rojas (Araruna, 10'/2ºT); Everton (Tréllez, 35'/2ºT) e Diego Souza - T: Diego Aguirre.