Gabigol e Michael

Gabigol e Michael foram os caras do ataque do Flamengo em 2021 (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

LANCE!
23/12/2021
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Vice-campeão da Libertadores e Brasileirão, o Flamengo não terminou 2021 como esperava, mas viu, mais uma vez, o setor ofensivo brilhar ao longo da temporada. Gabigol, Bruno Henrique, Pedro & Cia formaram o ataque mais positivo do Brasil. Somando apenas os atacantes rubro-negros, foram 105 gols marcados. Confira, abaixo, a retrospectiva da temporadas dos atacantes do Fla!

A dupla Bruno Henrique e Gabigol manteve o altíssimo nível ao longo do ano. Levando em conta apenas os jogos da temporada de 2021, a dupla somou 54 gols e 21 assistências. Quando estiveram à disposição, foram titulares e demonstraram todo entrosamento que vêm desde 2018, quando jogaram juntos ainda pelo Santos e, a partir de 2019, passaram a brilhar com o Manto.

Contudo, por lesões, problemas físicos ou convocações - especialmente no caso do camisa 9 -, Bruno Henrique e Gabigol desfalcaram o time em diversos jogos, principalmente do Brasileirão. Disputaram 24 e 18 rodadas, respectivamente.

Michael e Vitinho - Flamengo
Michael e Vitinho em ação pelo Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/CRF)

As ausências dos principais nomes abriram espaços no setor. Quem as aproveitou muito bem foram Vitinho e Michael, jogadores que terminaram a última temporada - prorrogada até fevereiro de 2021 - bastante questionados. Coincidência ou não, a virada de chave começou com os dois abrindo mão de parte das férias e se reapresentando ao clube mais cedo para jogar o Carioca.

Voando fisicamente e tecnicamente, Michael, com 63 jogos, e Vitinho, 62, foram os atletas que mais atuaram pelo Flamengo na temporada de 2021. O camisa 11, no clube desde 2018, viveu sua melhor sequência, terminando o ano como garçom, superando Arrascaeta, com 15 assistências. Vitinho ainda fez 11 gols.

Michael foi tão ou mais decisivo com 19 gols, nove assistências e incontáveis dribles. Diante de momentos no qual o coletivo do Flamengo não funcionou - seja sob comando de Rogério Ceni ou Renato Gaúcho -, o veloz atacante resolveu os problemas na base da individualidade em partidas importantes.

A coroação veio ao fim do Brasileirão, entrando na Seleção do Campeonato, sendo eleito o Craque da Galera e autor do gol mais bonito da competição.

Quem também contribuiu para o ano positivo do ataque do Flamengo foi Pedro: 18 gols e cinco assistências em 46 jogos, sendo que o centroavante começou como titular apenas 24 partidas. Contudo, o atleta também teve o ano marcado por dois episódios. O primeiro foi o imbróglio entre o clube e a CBF, o qual resultou em sua não liberação para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Depois, na reta final da temporada foi submetido a uma cirurgia no joelho direito que o atrapalhou na preparação para a final da Copa Libertadores.

Já Vitor Gabriel, que retornou de empréstimo no meio do ano, recebeu poucas oportunidades no fim da temporada, e não teve um bom desempenho no time.

Confira os números dos atacantes do Flamengo na temporada de 2021*:

GABIGOL
45 Jogos (28V/11E/6E) - 34 gols e 10 assistências

BRUNO HENRIQUE
48 Jogos (31V/8E/9D) - 20 gols e 11 assistências

MICHAEL
62 Jogos (41V/11E/10D) - 19 gols e 9 assistências

PEDRO
46 Jogos (28V/11E/7D) - 18 gols e 5 assistências

VITINHO
63 Jogos (39V/15E/9D) - 14 gols e 15 assistências

VITOR GABRIEL
8 Jogos (3V/3E/2D) - Sem gol e uma assistência

*Números não contam a reta final da temporada de 2020, que foi finalizada em fevereiro de 2021 por conta das mudanças no calendário devido à Covid-19.