Flamengo x Altos - Rodrigo Caio

Rodrigo Caio atuou - e com protagonismo - durante 45 minutos contra o Altos (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Lazlo Dalfovo
12/05/2022
07:50
Rio de Janeiro (RJ)

Em contraste à atuação sonolenta do Flamengo no avanço às oitavas da Copa do Brasil, o rendimento de Rodrigo Caio, que não jogava há 159 dias, foi animador ao ponto dele ser eleito o melhor em campo pela torcida e emocionar o zagueiro pelo retorno "saudável" e em ótima forma técnica. Os 45 minutos jogados na vitória sobre o Altos, na última quarta, são os primeiros passos de uma volta cautelosa.

Questionado na zona mista do Estádio Raulino de Oliveira, Rodrigo Caio não bateu o martelo se estará em campo no sábado, quando o Fla visitará o Ceará pelo Brasileirão. As suas condições ainda serão analisadas pelo DM nesta quinta e sexta, antes do embarque.

> ATUAÇÕES: Rodrigo Caio divide melhores notas com dupla do Fla

Paulo Sousa também não abriu o jogo em relação à minutagem nos próximos jogos, destacando a "complexidade" no processo de reequilíbrio muscular aliado ao ritmo competitivo de jogo:

- Nós temos várias fases que determinamos desde o princípio da recuperação. A última fase é a reintegração em competição, que é das fases mais complexas, sobretudo quando temos jogadores que estão muito tempo sem ter competição. Essa complexidade pede que haja bastante equilíbrio em termos musculares e irmos entendendo que, como são lesões articulares, o impacto da competição para podermos ir administrando. E para termos o melhor desse jogador e de todos os outros. Temos recursos humanos e um departamento médico extraordinário e fisiologia, que nos permitem ter muitos dados para tomarmos as melhores decisões - destacou o técnico.

O Flamengo seguirá a sua sequência de duas partidas por semana, o que permitirá que Rodrigo Caio seja acionado no esquema de rodízio e reveze na função de zagueiro, seja para iniciar um jogo ou sair do banco em meio à dosagem programada, como ocorreu com Pablo, que também está em recuperação físicas, na noite passada.

Por falar no último jogo, Rodrigo Caio liderou as saídas de bola, seja com ela ou na base da orientação, e, firme nos duelos diretos, como lhe é característico, deu também boas arrancadas que romperam linhas, clarearam jogadas e conectaram o ataque. Um alento para um time que ainda está engessado no setor de criação. 

Até pelas baixas no setor, já que o Mister seguirá sem contar com Gustavo Henrique e Fabrício Bruno nas partidas iminentes, Rodrigo Caio tem a sua regeneração aguardada pela comissão técnica para que seja relacionado para o confronto contra o Ceará, neste sábado, pela sexta rodada do Brasileirão.

> Veja a tabela do Brasileirão

- Fico muito honrado de vestir essa camisa, entrar dentro de campo, e continuar escrevendo minha história dentro do clube que aprendi a amar. Fico feliz de ter feito meu trabalho, jogado os 45 minutos determinados para jogar. Espero que possa ter sequência, estar com o grupo, e ajudar. Quero ajudar. Hoje posso dizer que estou saudável. Isso, para mim, é gratificante - destacou o camisa 3.

Clique aqui e ganhe R$50 para jogar no Galera.bet