Mozer

Mozer elogiou a chegada do gerente de futebol Paulo Pelaipe ao Flamengo (Foto: Matheus Dantas)

Carlos Bandeira de Mello, Marcello Neves e Matheus Dantas
28/12/2018
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

O nome de Paulo Roberto Pelaipe para o cargo de gerente de futebol do Flamengo agradou a Mozer. Curiosamente, a função estava vaga desde a demissão do ex-zagueiro e ídolo rubro-negro, em março de 2018, após a eliminação do Estadual para o Botafogo. Multicampeão pelo clube, Mozer fez elogios trabalho feito por Pelaipe em sua primeira passagem pela Gávea.

- É um bom nome, experiente. Ele (Pelaipe) já teve uma passagem pelo clube, em um período em que as coisas não eram estáveis como são hoje. Pelo que me consta, desempenhou bem o seu trabalho. Estabilizou o ambiente entre os jogadores e resolveu alguns outros problemas - disse, antes de complementar:

- Não só eu, como a direção, entendemos que é o homem ideal para estar à frente desse trabalho - finalizou Mozer, que defendeu o Fla entre 1980 e 1987.

'É um homem com grande experiência. Tenho certeza que, com a situação financeira atual, ele deve continuar a fazer um bom trabalho', disse Mozer sobre Pelaipe.

Revelado pelo Flamengo, Mozer atuou no clube  entre 1980 e 1987. Além do Mundial, conquistou o Brasileirão em 1980, 1982 e 1983 e a Libertadores de 1981, além dos títulos estaduais de 81 e 86. Assim, é um dos nomes mais vitoriosos da história do Rubro-Negro.

Na quinta, o ex-zagueiro participou do Jogo Das Estrelas, evento beneficente promovido por Zico há quinze anos. Questionado, Mozer fez elogios à gestão de Eduardo Bandeira de Mello e se disse orgulhoso pelo que fez como gerente de futebol, entre junho de 2016 e março de 2018.

- Em questão de estrutura, organização, financeira, o grupo (do presidente Eduardo Bandeira de Mello) deu ao Flamengo o que o Flamengo merecia. Quando os títulos não acontecem, isso pode ser esquecido, mas nesse período (em que Mozer foi gerente de futebol), o Flamengo chegou em cinco decisões.