LANCE!
22/06/2020
16:06
Rio de Janeiro (RJ)

Com um mês e meio de atividades retomadas no Ninho do Urubu, o Flamengo iniciou esta semana com uma entrevista coletiva. Marcos Braz, vice-presidente de futebol do clube, foi à sala de imprensa e esclareceu questões atreladas ao Campeonato Carioca e às posturas de Fluminense e Botafogo, que divergem em relação ao retorno do Estadual este mês.

> Confira a tabela do Campeonato Carioca

Em entrevista coletiva à FLA TV, com perguntas enviadas por jornalistas, virtualmente, Braz afirmou não ver "muito problema, não" em meio a indecisões de datas do Carioca e imbróglios com a Prefeitura e outros clubes. 

- Evidente que o cenário que estamos hoje não é o que gostaríamos. A pandemia é uma doença nova, os médicos estão aprendendo, e estamos fazendo um monte de adequação. Isso não deixaria de passar pelo retorno do futebol, pelos questionamentos - disse, emendando:

- Estamos em uma sequência de bons treinamentos, mas não vejo muito problema, não. É o que se tem. O Flamengo não pode ficar na inércia de parar tudo para ver o que vai acontecer.

Braz também realçou que não vê esta edição com uma "mancha" caso se encerre com segurança. Sobre os posicionamentos de Fluminense e Botafogo, que retornaram aos treinos na última sexta e sábado, respectivamente, pregou respeito, mas lamentou:

- O Flamengo tem a posição dele, a maneira de pensar e de agir. Sobre Botafogo e Fluminense, tem que perguntar para o vice-presidente de lá. A única coisa que eu acho é que no dia que paramos por segurança e contribuição da sociedade, no outro dia estávamos pensando em saber como voltaríamos. O que não quer dizer que seríamos irresponsáveis. Fluminense e Botafogo não querem entrar em campo. Respeito, mas lamento. Seguro mesmo 100%, só quando tiver a vacina ou um remédio.

Marcos Braz - Flamengo
Marcos Braz falou sobre a retomada do futebol no Rio de Janeiro (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)