Emelec x Flamengo

Rafinha na derrota do Flamengo nesta quarta-feira (Foto: Rodrigo BUENDIA / AFP)

LANCE!
25/07/2019
00:20
Rio de Janeiro (RJ)

Criticado pelas falhas no Flamengo na noite desta quarta-feira, em jogo que a equipe saiu de campo derrotada por 2 a 0 pelo Emelec, na ida das oitavas de final da Conmebol Libertadores, o técnico Jorge Jesus utilizou a entrevista coletiva após a partida para se justificar. O comandante do Rubro-Negro foi indagado por um dos principais casos: o posicionamento de Rafinha, que ficou mais avançado neste duelo no Equador. Segundo Jesus, isto não foi novidade.

- Rafinha já fez aquela posição no Bayern como meia ofensivo. Taticamente lê muito bem o jogo, que não saiu muito bem na primeira parte. Queria um jogador forte no terço de campo no um contra um. Mas não foi possível. Ele é um jogador que atua bem no espaço curto e queria que o Rafinha pudesse fazer essa minha ideia com mais felicidade e não conseguiu. O posicionamento não foi novidade - afirmou o treinador.

Jorge Jesus também falou sobre a partida. O técnico do Flamengo admitiu que o resultado não foi o esperado por todos do Rubro-Negro, mas lembrou que com a lesão de Diego, quando todas as substituições do Fla já tinham sido realizadas, o que deixou a partida dez contra dez jogadores, acabou deixando tudo mais difícil do que já estava. O comandante do Flamengo ainda comentou a possibilidade de conseguir mudar o panorama no jogo de volta.

- Resultado não é o que esperávamos. Viemos para este jogo para disputar a possibilidade de vitória. O jogo não correu bem, o campo difícil para forma como jogamos. O Emelec foi defensivamente agressivo, muito forte dentro da nossa equipe, a fratura do Diego é uma prova disso. Não fomos uma equipe dentro da nossa forma de jogar. Não rendemos coletivamente e também em termos coletivos em um ou outro, para que nos desse algo em termo individual - disse, completando:

- Com a lesão do Diego, quando fomos tentar ser uma equipe mais ofensiva, ficou dez contra dez, e tudo mais difícil. Claro que não é um resultado bom. Perder em uma eliminatória não é positivo. Vamos ver no Maracanã. Não há jogos iguais. As coisas não transcorreram bem. Vamos torcer para lesão do Diego não ser tão grave. Com o Maracanã lotado, vamos buscar o resultado.

Com o resultado, o Flamengo terá que vencer por três gols de diferença para se classificar - o jogo de volta, no Maracanã, acontece na noite na próxima quarta-feira, quando será decidido o classificado às quartas de final da Conmebol Libertadores. Caso vença por 2 a 0, a decisão da vaga será nos pênaltis. Antes, no domingo, o Rubro-Negro volta a campo pelo Campeonato Brasileiro - também no Maracanã, fazendo o clássico carioca da rodada com o Botafogo.