LANCE!
15/01/2021
15:28
Rio de Janeiro (RJ)

Sem papas na línguas e discursos protocolares, Gabigol admitiu que "incomoda muito" ficar no banco no Flamengo. Além disso, a entrevista coletiva do atacante, concedida na manhã desta sexta-feira, no Ninho do Urubu, contou com uma resposta incisiva a respeito de polêmicas e possíveis "panelas" no elenco inferindo no dia a dia de trabalho. Assista no vídeo acima.

- (Risos) É outra coisa que nem deveria ser perguntado. Em um grupo de 27, 30 jogadores... Não sei, mas o pessoal do CT, é normal que se tenha afinidades. São os mesmos jogadores que ganharam em 2019, e agora tem panela. Isso dá ibope, é o Flamengo, com grandes jogadores envolvidos, é normal que falem, mas não existe isso de panela. É engraçado - falou o camisa 9. 

Gabigol - Flamengo
Gabigol deu entrevista nesta sexta (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Artilheiro na Era Rogério Ceni, com quatro gols (e 20 na temporada), Gabi também respondeu acerca das lideranças no plantel e se há uma alguma ausência de comando no departamento de futebol do Rubro-Negro:

- Cada um tem a sua liderança. Tem o Fili (pe Luís), que fala mais com a gente, mas não com a imprensa. Tem o Diego Alves, que é um líder dentro de campo, o Diego, dentro e fora, eu, que sou totalmente diferente deles, como jeito de ser, de ir em cima do juiz, de brigar com o adversário, tem o Gerson, que tem comprado a nossa ideia de ser um líder. Temos muitas lideranças. Renê, que está aqui há anos, Arão, que tem quase 300 jogos no clube... (Liderança) É o que não falta. O que falta é continuar trabalhando assim e vencer os jogos.

- Sempre temos pessoas que nos dão respaldo, como Landim, Braz, Spindel, nosso treinador. Não sinto que falta isso. O que faltam são os resultados. Quando ganhamos tudo é maravilhoso - finalizou Gabigol.

> Confira a tabela e simule as próximas rodadas do Brasileirão

São três rodadas sem vencer no Campeonato Brasileiro, o que fez o Flamengo estacionar nos 49 pontos e cair para a quarta posição da tabela. A diferença para o líder São Paulo, contudo, permanece em sete pontos. Na segunda-feira, o Rubro-Negro inicia uma sequência de cinco partidas fora do Rio de Janeiro diante do Goiás, no Estádio da Serrinha, em Goiânia. A bola rola às 20h.