Flamengo x LDU Gabigol

Gabigol e Bruno Henrique estarão entre os titulares do Flamengo no Equador (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Matheus Dantas
23/04/2019
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

O elenco do Flamengo chegou a Quito, na noite desta segunda-feira, com um objetivo claro: garantir a classificação para as oitavas de final da Libertadores diante da LDU. Para isso, a equipe de Abel Braga precisa vencer ou empatar a partida de quarta, no Estádio Casa Blanca. Tendo pela frente um adversário que "jogará a vida" e a altitude de 2.700 metros, o Rubro-Negro prepara a melhor estratégia e espera aproveitar as brechas que aparecerão no duelo.

- Temos que sair vencedor. Se tivermos que jogar lá atrás e contra-atacar, vamos fazer isso, mas não é o que queremos. Vamos jogar de acordo com o que o jogo apresentar. Sabemos que será um jogo difícil, um jogo duro, mas sabemos também que eles terão que nos atacar. Vão ter que se expor e nós podemos aproveitar para sairmos com a vitória - avaliou o meia Willian Arão.


Líder do Grupo D da Libertadores com nove pontos, o Flamengo é seguido pelo Peñarol, do Uruguai - com os mesmos pontos, mas atrás por conta do saldo de gols. A LDU está na terceira posição, com quatro pontos. O San José, da Bolívia, já não tem mais chances de classificação e somou apenas um ponto até agora.

Para o rival equatoriano, a matemática é simples: para chegar na última rodada da chave com possibilidades de avançar às oitavas de final da Copa, precisa vencer o Flamengo nesta quarta-feira, A bola vai rolar às 21h30 (de Brasília).

'Agora pensamos na Libertadores. É um campeonato que temos muita vontade de ganhar. A LDU é um rival muito complicado. Temos que fazer um jogo inteligente e concentrado para buscar a classificação', afirmou o meia Cuéllar.

Nesta terça-feira, o Flamengo faz um treino no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, às 20h (de Brasília). Será a primeira e única atividade comandada pelo técnico Abel Braga, após a final do Carioca - vencida no último domingo - , visando o jogo com a LDU.

O meia Arrascaeta foi outro a avaliar a situação do grupo e projetar a partida desta quarta-feira. Para o uruguaio, o Flamengo precisa atuar de maneira inteligente para alcançar o resultado.

- Eles vão para a oportunidade da vida deles. Se não ganharem, não têm mais chances de classificar. Temos que ir pensando em ganhar o jogo. Se entrarmos pensando em empatar, complica muito. Temos um elenco qualificado para procurar o resultado, fazer um jogo inteligente e conseguir a classificação.

Confira outras respostas de Willian Arão, volante do Flamengo:

Críticas e papel decisivo no título estadual

Sempre tranquilo, fazendo meu trabalho, treinando a cada dia. Sou um cara crítico, sei quando jogo bem, sei quando jogo mal. Tenho que fazer meu melhor sempre para ajudar o Flamengo e meus companheiros. Nem sempre será com gol. Tenho que fazer meu papel, o que o treinador pede.

Postura do Flamengo e função do Arão contra a LDU
Tenho que entender a partida. Às vezes, dar mais espaço para o Everton atuar por dentro, dar mais espaço para o Gabriel sair mais da área. Tenho que jogar de acordo com meus companheiros, às vezes aparecer mais na frente. Tenho essa liberdade, mas não é essa minha primeira função. Vamos jogar de acordo com o jogo de Quito. O treinador ainda não nos passou a estratégia. O que ele pedir vou tentar fazer com perfeição.

Principal fator para conquistar a vitória em Quito
Equilíbrio. Não podemos confundir calma com moleza, lerdeza. Assim como não precisamos ser afobados e confundir com pressa também. Temos que ter o equilíbrio para fazer uma grande partida e sair vencedor.