Ederson - Flamengo

Ederson durante treinamento do Flamengo, no Ninho do Urubu (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

LANCE!
04/01/2021
12:46
Rio de Janeiro (RJ)

Em publicação feita neste domingo, Dener Machado, zagueiro revelado pelo Flamengo, anunciou sua aposentadoria aos 23 anos, após uma série de lesões graves. No post em que apontou negligências em cirurgias, o ex-atleta recebeu a solidariedade do atacante  Ederson, que também fez duras críticas ao departamento médico do Rubro-Negro, onde atuou entre 2015 e 2018.

- Eu sei bem o que você está sentindo e passando pois sofri muuuuito por lá também. Sofri a mesma negligência e falta de competência de algumas pessoas lá daquele DM que só sabe jogar a culpa no jogador para assegurar a "imagem deles com a imprensa" - publicou Ederson, no Instagram, antes de completar:

- Sofri com dores absurdas todos os dias, durante meses, mas sofri ainda mais tendo que ouvir eles dizerem que não era nada, que eu tinha que treinar e superar a dor, que meu problema era na cabeça... Chegaram até a me dar um remédio de placebo, só faltaram dizer que eu estava louco. Enfim, sofri tanto e passei tanto nervoso que tive até um câncer de testículo, de tanta raiva que passei por lá. Tive que encerrar minha carreira também por culpa daqueles incompetentes, foi difícil tomar essa decisão pois sempre amei jogar futebol, mas quando não temos escolha e quando não podemos fazer mais nada ou não podemos mais treinar e jogar com alegria, é preciso aceitar, por mais difícil que seja.

Natural de Nova Trento (SC), Dener, ao lado de Léo Duarte (hoje no Milan) na zaga, foi campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2016 pelo Flamengo, onde chegou em 2014 ainda com direitos econômicos ligados ao Figueirense, o seu primeiro clube formador.

No ano seguinte à conquista da Copinha, Dener passou a ser assolado com as consequências da grave lesão no joelho. Nos dois últimos anos, esteve no Figueirense.

Ederson, por sua vez, defendeu o Flamengo entre 2015 e 2018, anunciando sua aposentadoria um ano e meio após sua saída do Rubro-Negro, seu último clube, onde foi diagnosticado com um câncer no testículo, em 2017 e passou por uma cirurgia no joelho esquerdo, em 2016, cuja recuperação foi longa.

Confira, na integra, a publicação feita pelo ex-atacante Ederson, em resposta ao post do ex-zagueiro Dener Machado:

"Bom dia, Dener!

Irmão, antes de mais nada gostaria de desejar um feliz e abençoado ano novo a você e toda a tua família.

Venho aqui transmitir a você uma força para seguir com pensamentos positivos e ir em busca de novos objetivos, novas conquistas e felicidades. A vida não é só futebol.

Eu sei bem o que você está sentindo e passando pois sofri muuuuito por lá também. Sofri a mesma negligência e falta de competência de algumas pessoas lá daquele DM que só sabe jogar a culpa no jogador para assegurar a "imagem deles com a imprensa"...

Sofri com dores absurdas todos os dias, durante meses, mas sofri ainda mais tendo que ouvir eles dizerem que não era nada, que eu tinha que treinar e superar a dor, que meu problema era na cabeça, etc... Chegaram até a me dar um remédio de placebo, só faltaram dizer que eu estava louco... Enfim, sofri tanto e passei tanto nervoso que tive até um câncer de testículo, de tanta raiva que passei por lá.

Tive que encerrar minha carreira também por culpa daqueles incompetentes, foi difícil tomar essa decisão pois sempre amei jogar futebol, mas quando não temos escolha e quando não podemos fazer mais nada ou não podemos mais treinar e jogar com alegria, é preciso aceitar, por mais difícil que seja.

Assim como nós dois, tiveram outras que sofreram da mesma maneira sem poder se exprimir, tendo que aceitar a incompetência daquelas pessoas que estão lá por status ou por troca de favores.

Parabéns pela sua coragem, só queria te dizer que estou contigo! E te desejar muitas alegrias que com certeza virão em sua vida! Um forte abraço! Fica com Deus!"

O ex-zagueiro Dener respondeu a publicação de Ederson da seguinte forma:

- Meu amigo, acompanhei seu caso de perto e vi o quanto você sofreu também.  Eu também tinha "problemas psicológicos e tudo era coisa da minha cabeça", é mais fácil jogar a responsabilidade para o atleta, né! Agradeço a sua mensagem, você foi e é uma inspiração para mim tanto profissional como foi, quanto pela pessoa que és! Estamos juntos e conte sempre comigo, que Deus te abençoe grandemente sempre!