Léo Pereira e Rogério Ceni

O zagueiro Léo Pereira durante atividade no Ninho, sob o comando de Rogério Ceni (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

LANCE!
17/03/2021
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

A temporada começou nesta semana para o elenco do Flamengo e alguns dos desafios de Rogério Ceni no comando da equipe já estão expostos. Um deles é reorganizar o setor defensivo, que sofreu com críticas ao longo do último ano e terminou com o "reforço improvisado" de Willian Arão na zaga. Com a saída de Natan para o Red Bull Bragantino e a lesão de Rodrigo Caio, a tendência é que Gustavo Henrique e Léo Pereira tenham nova sequência como titulares de Ceni.

Contratados pelo Flamengo em 2020, os zagueiros - que vieram do Santos e do Athletico, respectivamente - não corresponderam as expectativas e conviveram com as críticas ao longo da temporada por conta dos desempenhos em campo.

Ao assumir o time em novembro, Rogério Ceni voltou a apostar na experiência da dupla, deixando Natan entre os reservas, mas não encontrou o parceiro ideal de Rodrigo Caio, que, ao se lesionar na reta final, foi substituído por Arão.

O próximo compromisso do Flamengo é contra o Resende, na sexta-feira, pela quarta rodada da Taça Guanabara. Como o elenco principal se reapresentou nesta segunda, ainda não há uma definição sobre a equipe que Rogério Ceni mandará a campo. Rodrigo Caio, contudo, já é desfalque confirmado, e a tendência é de que ocorra uma mescla entre o time alternativa que atuou nas rodadas iniciais e os principais jogadores do grupo, como Vitinho e Hugo Souza.

Se não contará com seu principal zagueiro neste início de temporada e um dos promissores talentos da base se apresenta ao Red Bull Bragantino nesta quarta, Rogério Ceni tem um reforço. Trata-se do zagueiro Bruno Viana, única novidade confirmada pelo clube para 2021, que está emprestado pelo Braga, de Portugal, até dezembro. O Flamengo tem a opção de compra do jogador.