Bruno Henrique e Gabigol - Torcida do Flamengo

Torcida e time juntos: sintonia no Maracanã é trunfo para o Flamengo avançar (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

LANCE!
31/07/2019
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Esgotando os 60.500 ingressos, com campanha nas redes sociais e promessa de grande apoio e festa no Maracanã, a Nação deu mostras de que acredita na classificação do Flamengo para as quartas de final da Libertadores, contra o Emelec (EQU). A confiança na virada é compartilhada pelo time, que, após a derrota por 2 a 0 em Guayaquil, precisa vencer  por três gols de diferença para avançar sem a necessidade de pênaltis. "Não é um milagre", é o entendimento.

- O que precisamos fazer não é um milagre. Somos uma boa equipe, criamos situações de gols, em todos jogos que disputei temos três, quatro chances de gol e tenho certeza que a bola vai entrar. Esse é o pensamento - disse Rafinha.

Com transmissão em Tempo Real do LANCE!, a bola rola às 21h30 no Maracanã para Flamengo e Emelec, pelo jogo de volta das oitavas da Copa Libertadores. A confiança do Rubro-Negro passa pelo bom momento dos atacantes Bruno Henrique e Gabriel Barbosa, autores de 15 e 20 gols no ano, respectivamente.

Além dos dois, o setor ofensivo do Flamengo está indefinido, com a expectativa pelas participações de Arrascaeta e Everton Ribeiro. As ausências certas são de Diego e Vitinho, recém-operados, Rodrigo Caio e Lincoln (lesões musculares).

As ausências certas ficam por conta de Diego, Vitinho, Rodrigo Caio e Lincoln.

Desta forma, o espanhol Pablo Marí e o jovem Thuler formarão a dupla de zaga responsável por quebrar uma escrita: a equipe, sob o comando de Jorge Jesus, sofreu gols em todos os seis jogos após a Copa América. A lateral direita ficará a cargo de Rafinha, enquanto Renê e Trauco são opções na lateral esquerda.