Mauricio Isla

Mauricio Isla tem mantido a forma na Espanha, terra natal de sua esposa (Foto: Reprodução / Instagram)

Lazlo Dalfovo
17/08/2020
06:05
Rio de Janeiro (RJ)

O Flamengo agiu rápido para definir um alvo e atirar a flecha a fim de acertar no substituto de Rafinha, que concederá uma entrevista coletiva e se despedirá, oficialmente, nesta segunda-feira. O Rubro-Negro vai à Europa para fechar a contratação do chileno Mauricio Isla, atualmente sem clube (saiba mais aqui).


E é justamente por conta dessa condição que Isla, aos 32 anos, se encaixou no perfil traçado pelo Flamengo: experiente, vencedor e sem vínculo (uma vez que a janela para o mercado exterior encerrou-se recentemente). 

Isla estava no Fenerbahce e, nas últimas horas, acenou positivamente para o interesse do Flamengo. Ao todo, foram treze temporadas no futebol europeu, tendo o maior brilhantismo com a seleção chilena, onde é convocado desde 2007 e foi peça essencial e incontestável no bicampeonato da Copa América (2015 e 2016), os primeiros títulos de seu país.

Ver essa foto no Instagram

⚽️ 🇹🇷🇨🇱❤️💯🙏

Uma publicação compartilhada por Mauricio Isla (@mauricioislaoficial4) em

VIROU NOME DE RUA

Sólido na trajetória europeia, Isla é idolatrado no Chile mesmo sem ter atuado em uma equipe local como profissional - foi revelado pelo Universidad Católica e partiu para a Udinese ainda com idade sub-20. 

Para se ter uma noção do carinho dos chilenos, sobretudo em sua terra natal, a cidade de Buin (situada a 30km ao sul da capital Santiago), onde nasceu Mauricio Isla, teve uma rua batizada com o nome do defensor. Em tempo: o goleiro Claudio Bravo, conterrâneo do camisa 4, foi outro que recebeu essa honraria. 

OUTRAS PASSAGENS NA EUROPA

Já foram citados o Fenerbahce e a Udinese como clubes da Europa presentes no currículo de Isla. Além dos dois, ele já passou por Juventus, QPR, Olympique de Marseille (os dois últimos por empréstimo) e Cagliari.

Isla chamou a atenção do mercado do Velho Continente após ser um dos destaques da campanha do terceiro lugar do Chile no Mundial Sub-20 de 2007. Na Udinese, quem o abriu as portas, foram cinco temporadas de regularidade, com 153 jogos acumulados e sete gols marcados.

As suas atuações por lá chamaram a atenção de gigantes. A Juventus o contratou, na temporada 2012/13, por cerca de 9,5 milhões de euros. Sem conseguir se firmar como titular, ficou dois anos e levantou duas taças da Serie A e três Supercopas da Itália. Foram 47 partidas pela Velha Senhora, sem gols.

A partir daí, foi emprestado para clubes de Inglaterra e França, mas só voltou a ser firmar com longevidade pelo Fenerbahce, a sua casa nas últimas três temporadas e que o contratou junto ao Cagilari, que estava com dificuldades financeiras. Ao todo, consistente e com a sua tradicional ofensividade na lateral, atuou em 91 jogos, somando 13 assistências (não foi às redes).

MAIS NÚMEROS DA ÚLTIMA TEMPORADA

O site especializado "Sofascore" esmiuçou números específicos de Isla em relação à temporada passada, inclusive traçando um paralelo com os de Rafinha (a pedido de rubro-negros).

O último jogo de Isla ocorreu dia 14/3/20




Mauricio Isla apresentou números superiores em diversos aspectos, como desarmes, assistências e grandes chances criadas. Veja as médias seguir:

Temporada 2019/20

- Rafinha x Isla

Assistências: 0.11 x 0.20
Passes decisivos 0.82 x 1.51
Grandes chances criadas: 0.13 x 0.31
Acerto cruzamento: 24% x 22%
Desarmes: 1.76 x 2.20
Dribles sofridos: 0.73 x 0.83
Faltas: 0.98 x 1.14
Amarelos: 0.29 x 0.20
Notas: 6.92 x 7.03

Mauricio Isla - Fenerbahçe
Isla em ação pelo time turco (Foto: Divulgação/Fenerbahçe)

Desde que ficou sem contrato, Isla vem mantendo a forma física na Espanha, onde o Fla chegará, com Marcos Braz e Bruno Spindel, vice-presidente de futebol e diretor executivo da pasta do clube, para selar o acordo até dezembro de 2022. O lateral está empolgado para disputar a sua primeira Libertadores.

BOAS RECOMENDAÇÕES DE JORNALISTAS CHILENOS

José Tomás Fernández Pumarino (ao L!)

- É uma grande garantia contar com Mauricio Isla, que jogou praticamente 13 anos no futebol europeu. Passou por Itália, Inglaterra, Turquia, França... Me parece um ótimo substituto para Rafinha, é indiscutível na lateral direita da seleção chilena. Nada pode barrá-lo desta posição.

Quanto ao Flamengo, pode colaborar muito, pois tem características similares a Rafinha, que tem velocidade e marca bastante. Assim como Rafinha, Isla sabe o momento ideal para avançar ao ataque. Além disso, tem uma capacidade física capaz de suportar os 90 minutos, jogando 80 em alto nível. Vai ser um ponto positivo para o Flamengo, que perde com a liderança do Rafinha, mas que deu um passo importante ao se recompor com Isla.

Ricardo Canales (ao L!)

- Mauricio Isla está totalmente atualizado. Ele continua sendo o titular e peça-chave da seleção chilena. No Fenerbahce jogou as últimas três temporadas, onde quase sempre foi titular.

Fisicamente ele é perfeito. Ele continuou treinando sozinho na Espanha, no país de sua esposa, depois de deixar o clube turco. Na Espanha, fugiu de Betis e Valladolid de Ronaldo.

É um jogador com perfil e características adequadas para o futebol brasileiro. Lateral completo, com boa marcação e rodagem. Vai bem para o ataque apesar de não ter muito gol na carreira. Parece-me que ele será o jogador perfeito para jogar pelo Flamengo e substituir Rafinha.

Sánchez, Isla e Vargas - Chile x Uruguai
Isla atua no Chile desde 2007 (Foto: Martin BERNETTI / AFP)