Eduardo Paes, Bandeira de Mello, Lomba, Humberto Mota e Bruno Spindel - Maracanã

Eduardo Paes se reuniu com a cúpula rubro-negra na Sede da Gávea (Foto: Divulgação/Flamengo)

LANCE!
18/10/2018
17:00
Rio de Janeiro (RJ)

A Sede da Gávea foi palco do encontro entre dirigentes do Flamengo e Eduardo Paes, ex-prefeito e candidato ao governo do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira. O presidente Eduardo Bandeira de Mello, os VPs Ricardo Lomba, de futebol, e Humberto Mota, da Fla-Gávea, e o diretor geral Bruno Spindel apresentaram o projeto do Rubro-Negro para assumir a gestão do Maracanã, após um novo processo de licitação, ao político. O encontro foi positivo, de acordo com os envolvidos.

- O presidente Bandeira de Mello e o Ricardo Lomba apresentaram toda a vontade e disposição do Flamengo em poder participar da nova concessão do Maracanã. Já venho falando isso e batendo na tecla de que é impossível que a administração seja feita somente por uma empresa, atendendo apenas interesses empresariais. É preciso abrir também para que os clubes cariocas possam participar”, disse o candidato. “Fiquei muito feliz em ver os resultados dessa gestão do Flamengo, em ouvir sobre a possibilidade de o clube participar do processo de concessão do estádio - afirmou Eduardo Paes ao site do Fla.

Wilson Witzel, que concorre ao cargo de governador nas eleições, foi convidado mas ainda não há data confirmada para o encontro com a direção rubro-negra.

Em entrevista exclusiva ao LANCE!, Eduardo Bandeira de Mello havia informado que se reuniria com os candidatos ao Governo do Rio de Janeiro e falou sobre o desejo do Flamengo em ter a concessão do Maracanã. Veja mais clicando aqui.

Bandeira, que deixará a presidência do clube da Gávea em dezembro, após dois mandatos, também avaliou positivamente a reunião com Eduardo Paes.

- O encontro foi muito positivo. O Flamengo tomou a iniciativa de procurar os dois candidatos que estão no segundo turno para apresentar propostas sobre o que seria o melhor para o Maracanã. Estamos pensando não somente no torcedor rubro-negro, mas também no contribuinte do Estado do Rio de Janeiro. O Paes foi muito receptivo ouvindo a nossa proposta. Tenho certeza de que, se ele for eleito, teremos uma boa solução para o caso - afirmou Bandeira.

Já Lomba reforçou as condições financeiras, logísticas e operacionais que o Flamengo já detém para assumir a gestão do estádio, identificado com o clube.

- O encontro com o ex-prefeito foi muito bom pois tratamos de um tema muito sensível e caro para o clube, que é a questão do estádio. Temos o Maracanã pronto, muito bem localizado, absolutamente identificado com a Nação e temos todo o interesse do mundo em chamá-lo de estádio do Flamengo. Nosso projeto garante que temos condições financeiras, de gestão e operacionais para assumirmos o Maracanã. Isso, obviamente, não descaracteriza a utilização do local para outros times. Acho que o Eduardo Paes ficou bastante satisfeito com o que viu e em saber que temos capacidade tanto administrativa, quanto financeira de seguir em frente com o projeto - afirmou o VP de Futebol.