Gabigol expulso

Gabigol saiu revoltado com a expulsão no primeiro jogo da decisão do Carioca (Foto: Maga Jr/Ofotografico)

Lazlo Dalfovo
13/07/2020
12:11
Rio de Janeiro (RJ)

Irritado nos bastidores por conta da expulsão de Gabigol, já nos acréscimos do  clássico contra o Fluminense, no último domingo, o Flamengo irá para o jogo derradeiro do Campeonato Carioca sem a presença de seu goleador. Nas redes sociais, muitos torcedores se questionaram se o Rubro-Negro não poderia tentar reverter o cenário ao acionar a Justiça - desportiva - contra a decisão do árbitro Wagner do Nascimento Magalhães. Mas isso não será feito.

De acordo com informações iniciais do UOL, confirmadas pelo LANCE!, o departamento jurídico do Fla, que analisou internamente a situação junto a demais setores do clube, entende que, por não ter ocorrido um equívoco na identidade do jogador expulso, a suspensão automática é obrigatória.

Portanto, Jorge Jesus, que deixou o campo na bronca por conta do cartão aplicado ao camisa 9, já treina a equipe nesta segunda com outras boas opções do plantel. O substituto tende a ser Pedro, autor de gols nos dois últimos jogos contra o Fluminense e que possui uma média de gols impressionante

Nas redes sociais, ainda na noite deste domingo, Gabigol lamentou e pediu "um pouco de respeito, e responsabilidade, por favor".

- Assim.. Simplesmente assim tiram você de uma final! Desrespeito com seu trabalho, com sua equipe e com sua família que torce por você em cada jogo! Um pouco de respeito, e responsabilidade, por favor! - escreveu Barbosa.

Árbitro explica expulsão na súmula do jogo

O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães relatou na súmula da vitória do Flamengo por 2 a 1 sobre o Fluminense que a expulsão de Gabigol foi por reclamação. No documento, o juiz explica que a decisão foi "por uma segunda advertência por reclamação quando perguntei ao 5º árbitro, Sr. Carlos Henrique Cardoso de Souza, quem iria sair". Wagner do Nascimento Magalhães afirmou que, então, Gabriel falou "sou eu que vou sair, porra!" em voz alta.

Sem Gabriel, o Flamengo volta a campo nesta quarta, com a vantagem do empate, para a finalíssima do Carioca. O jogo será às 21h, no Maracanã.

* Matéria atualizada às 15h23