As cabulosas saíram na frente e estão a um empata de subir de divisão no futebol brasileiro

As cabulosas saíram na frente e estão a um empata de subir de divisão no futebol brasileiro-(Divulgação)

Valinor Conteúdo
13/07/2019
18:19
Belo Horizonte

Em uma partida de dois tempos distintos, com a Raposa dominando as ações na etapa final, as Cabulosas saíram em vantagem nos primeiros 90 minutos do confronto entre Cruzeiro e Ceará, pelas quartas de final do Campeonato Brasileiro Feminino A-2, ao vencerem por 2 a 0. Os gols celestes foram marcados por Eskerdinha e Duda.

Essa foi a sétima vitória seguida do Cruzeiro na competição. Em oito partidas, o ataque estrelado balançou as redes adversárias 29 vezes e sofreu apenas quatro gols, sendo que somente dois foram de bola rolando.

No próximo sábado, às 16h, no Sesc Venda Nova, em Belo Horizonte, a equipe celeste pode até perder por um gol de diferença, que garante uma vaga na semifinal e consequentemente o acesso para o Brasileiro A-1, em 2020. Caso a equipe estrelada sofra um revés por dois gols de diferença, a classificação será decidida em cobranças de pênaltis.

O jogo

A meia Micaelly passou mal durante a noite e tentou fazer um teste no aquecimento, mas não conseguiu jogar. Assim, o técnico Hoffmann Túlio precisou mudar a escalação e começou com Paloma Merlo no comando de ataque.

O jogo começou com as duas equipes se estudando e arriscando pouco no ataque. Com as defesas bem postadas, as atacantes não conseguiam invadir as áreas adversárias, então a solução eram os chutes de fora de área.

Duda arriscou pelo Cruzeiro e a bola foi para fora. Pelo lado cearense, quem tentou foi Valéria, mas Camila defendeu. Aos 44 minutos, Vanessa lançou Paloma pela direita, que finalizou para a defesa da goleira.

O Cruzeiro voltou para a etapa final com Duda arriscando de longe, logo no primeiro minuto de jogo. Aos dois minutos, Paloma recebeu lançamento de Vanessa e mandou para o gol, mas a goleira fez boa defesa.

Aos 41 minutos, o Cruzeiro abriu o placar. Eskerdinha avançou pela lateral e bateu cruzado para fazer 1 x 0. Ainda teve tempo para ampliar: aos 45, Isabela arriscou de longe, a goleira soltou nos pés de Duda, que deu números finais ao placar: 2 x 0.
O técnico Hoffmann Túlio levou a campo a seguinte formação: Camila; Janaína, Pires, Lia e Eskerdinha; Isabela, Duda e Thayane (Raiza); Vanessa (Micaelly), Miriã e Paloma Merlo (Nathalia).