Barcos

Barcos jogou pouco, mas foi decisivo para a Raposa nas fases finais da Copa do Brasil- Divulgação

Valinor Conteúdo
22/01/2019
13:46
Belo Horizonte

O Cruzeiro comunicou no fim desta manhã o fim do contrato do atacante argentino Hernán Barcos, o "Pirata". O time celeste publicou em seu site a notícia sobre a rescisão de contrato com o atleta de 34 anos.

O contrato de Barcos com o Cruzeiro iria até o meio do ano, mas as duas partes acertaram o fim do vínculo de forma amigável.

Barcos chegou à Toca da Raposa no meio de 2018, quando o time celeste estava com problemas na posição de centroavante. Fred, Sassá e Raniel estavam com problemas físicos e Mano Menezes não possuía opções para o comando do ataque.

Em 2019, os três voltaram à forma e Barcos perdeu espaço. O Cruzeiro também quer observar no profissional o jovem Vinicius Popó, destaque do time azul na Copa São Paulo de Juniores.

O "Pirata" Barcos jogou 24 jogos vezes pelo Cruzeiro, marcando apenas três gols, porém, dois deles foram decisivos para conquista da Copa do Brasil. Barcos deixou sua marca nos dois confrontos da semifinal do mata-mata, contra o Palmeiras, eliminando o time paulista.

Além do Cruzeiro, Barcos jogou no Brasil por Grêmio e Palmeiras. Leia a nota oficial que o time celeste emitiu sobre o jogador.

 O Cruzeiro Esporte Clube informa que o atacante Hernán Barcos não faz mais parte do elenco. A rescisão do contrato foi feita em comum acordo com o atleta, que em seu curto período na Toca da Raposa 2 se mostrou um jogador de extrema importância e de ótima conduta no dia a dia.

Barcos chegou ao Clube no meio da temporada passada para atender a uma emergência no setor ofensivo e cumpriu seu papel. Foram do Pirata os decisivos e inesquecíveis gols que eliminaram o Palmeiras na fase semifinal da Copa do Brasil, ajudando de forma direta na conquista do inédito Hexa!

A diretoria celeste externa seu agradecimento ao atleta pelo compromisso, profissionalismo e dedicação na defesa de nossa camisa e deseja a Barcos sorte e felicidade na sequência de sua carreira.

Obrigado, Pirata!