Foi o primeiro balanço da administração de Wágner Pires de  Sá, à esquerda, que iniciou o seu mandato em janeiro do ano passado

Pires de Sá continua a não falar com a imprensa, mas deu declarações sobre o atual momento do Cruzeiro (Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Valinor Conteúdo
10/09/2019
19:05
Belo Horizonte

O presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá, fez um pronunciamento pela primeira vez desde que a nova crise eclodiu no clube. Porém, não houve contato com a imprensa em coletiva. O dirigente gravou um vídeo que foi postado nos canais oficiais da Raposa.

Wagner diz que há um grupo de conselheiros que está atrapalhando o Cruzeiro e que eles foram responsáveis pela perda do empréstimo de R$ 300 milhões, que, na fala do presidente, seria a redenção financeira do clube.

Pires prometeu sair dessa fase financeira e técnica com o Cruzeiro, pediu apoio aos torcedores e deu suporte oficial a Rogério Ceni. Para encerrar, chamou os conselheiros rebeldes de bandidos e disse que eles “terão de engolir” as ofensas quando mostrarem que a gestão atual estava correta. Veja o vídeo abaixo.