LANCE!
11/01/2022
12:17
Belo Horizonte (MG)

Ronaldo concedeu sua primeira entrevista coletiva como dono do Cruzeiro nesta terça-feira. O ex-jogador comentou sobre a enorme dívida, afirmou que o clube é um “paciente na UTI” e que a atual gestão está oferecendo o “tratamento para sair dessa condição”.

- Infelizmente o cenário hoje é bem complicado, com receitas até os próximos dois anos já antecipadas, inclusive já gastas. Nós encontramos um cenário realmente trágico no clube, mas temos que estancar o sangramento, temos que cuidar.

- Diria que o Cruzeiro é um paciente em estado grave, na UTI, e nós estamos oferecendo o tratamento necessário para que saia dessa condição, e que possamos fazer o máximo para que seja o clube grande que merece ser -

Após uma grande trajetória no Cruzeiro, o goleiro e ídolo Fábio deixou o clube e não vai fazer parte do elenco para a temporada, o que revoltou grande parte da torcida. Ronaldo explicou a saída do ídolo e disse que “temos que seguir adiante”.


- O Fábio foi e será sempre um ídolo para o Cruzeiro. Nós, diante do cenário atual, fizemos um esforço muito grande para oferecer uma proposta decente a ele, respeitando sua história no clube e, infelizmente, durante a negociação, houve uma negativa por parte dele, o que também nos pegou de surpresa. Mas entendemos que todo sacrifício que podíamos ter feito, foi feito. Temos que virar a página, seguir adiante, os desafios do clube são gigantes.

- Todo esforço que a gente podia ter feito para manter o Fábio e oferecer a ele um período para ele se despedir da torcida, da casa que foi sua durante tantos anos, foi feito. Uma pena que não chegamos a um acordo. Mas temos que seguir adiante. O Cruzeiro é maior do que qualquer atleta, qualquer nome que você possa imaginar, o Cruzeiro tem sempre que ser o protagonista.

Ronaldo no Cruzeiro
Ronaldo em sua primeira coletiva como gestor do Cruzeiro (Reprodução/YouTube Cruzeiro)