Valinor Conteúdo
25/09/2020
23:28
Belo Horizonte

Em outra noite de futebol pobre, o Cruzeiro foi derrotado pelo Avaí por 1 a 0, gol de Pedro Castro, nesta sexta-feira, no Mineirão, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Disputa - Cruzeiro x Avaí
Cruzeiro foi novamente derrotado na Série B (Bruno Haddad/Cruzeiro)

O resultado ampliou o calvário celeste, que fica cada vez mais longe de reagir na competição e ao invés de ficar perto dos líderes do campeonato, poderá terminar a rodada na zona do rebaixamento da segunda divisão.

Para o time catarinense, o triunfo significou chegar aos 13 pontos, chegando à 11ª posição na classificação. A Raposa ocupa, por enquanto, a 15ª posição, estacionada nos oito pontos.

O duelo mostrou mais uma vez a fragilidade ofensiva do Cruzeiro, que não conseguiu furar a estratégia defensiva do Avaí, que jogou por “uma bola” e conseguiu sair de BH com os três pontos.

A sonhada reação cruzeirense no Campeonato Brasileiro da Série B ainda terá de esperar, para desespero da torcida celeste.

Próximos jogos

A Raposa encara a Ponte Preta, quarta-feira, 30 de setembro, no Mineirão. O Avaí faz o clássico com o Figueirense terça-feira, 29, às 19h15, na Ressacada.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0 x 1 AVAÍ
Data-Horário: 25 de setembro, às 21h30
Estádio-Local: Mineirão, Belo Horizonte(MG)
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Assistentes:Thiago Rosa de Oliveira(RJ) e Daniel do Espirito Santo Parro(RJ)
Cartões amarelos: Daniel Guedes(CRU), Cacá(CRU), Renatinho(AVA), Ariel Cabral(CRU), Kunde(AVA), Matheus Pereira(CRU)
Cartões vermelhos:

Gol: Pedro Castro, aos 33’-2ºT(0-1)

Cruzeiro: Fábio; Daniel Guedes(Rafael Luiz, aos 29’-2ºT) Manoel, Cacá e Matheus Pereira; Ariel Cabral(Ramon, 29’-2ºT), Filipe Machado, Maurício(Marquinhos Gabriel, aos 8’-2ºT); Arthur Caike(Thiago, aos 19’-2ºT), Marcelo Moreno e Airton(Régis, aos 7’-2ºT). Técnico: Ney Franco


Avaí: Lucas Frigeri; Felipe(Arnaldo-intervalo), Rafael Pereira(Kunde, aos 20’-2ºT), Airton e Capa; Ralf, Jean Martim, Pedro Castro e Renatinho(Valdívia, aos 21’-2ºT0; Rildo(Vinícius Jaú, aos 28’-2ºT) e Gastón Rodríguez(Getúlio, aos 28’-2ºT). Técnico: Geninho