Arthur Caike foi o herói do jogo para a Raposa no Paraná

Arthur Caike foi o herói do jogo para a Raposa no Paraná-(Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

Valinor Conteúdo
21/10/2020
07:00
Belo Horizonte

Arthur Caíke não vinha fazendo uma boa partida contra o Operário-PR. Mas, ele foi fundamental para o triunfo do Cruzeiro por 1 a 0, na noite de terça-feira, 20 de outubro, pela 17ª rodada da Série B. O atacante ajudou na estreia de Felipão no comando do time mineiro.

O resultado não tirou o Cruzeiro da zona do rebaixamento, porém foi importante para recuperar o moral da equipe, que não vencia há quatro partidas. A Raposa está na 17ª posição, agora com 16 pontos, colado no 16º colocado, Guarani, que tem 17 pontos na classificação.

Arthur Caíke parabenizou os companheiros pela força de vontade do time e falou das orientações de Felipão, que mesmo com pouco tempo, procurou conversar e dar confiança e tranquilidade ao elenco.

-Acho que hoje é parabenizar toda a equipe pela dedicação. Tivemos um dia de treinamento com o Felipão, mas houve conversas ontem no treino e hoje na palestra. O Felipão passou confiança na gente, nos deixou à vontade, soltos para jogar, e tiramos esse peso. Foi uma vitória muito importante, em que o grupo se doou ao máximo. O Adriano fez uma grande partida, o Cacá também, assim como o Matheus. Isso mostra a força do nosso grupo para o restante do campeonato-disse ao canal do Youtube do Cruzeiro.

O atacante cruzeirense foi cauteloso ao projetar os próximos passos do time na Série B, quando encara o Náutico, domingo, 25, no Recife. A equipe pernambucana está em 15º lugar, com 18 pontos e uma vitória azul poderá fazer com que a Raposa passe o rival na tabela.

-É a reconstrução. Como o Felipão falou, é manter os pés no chão. Hoje é uma grande vitória, precisávamos muito. Mas é passo a passo, é trabalhar para mudar, jogo a jogo. Esse aqui já passou, agora temos três dias para trabalhar bem e ver o que ele vai nos passar contra o Náutico-disse Arthur, que está emprestado ao Cruzeiro até o fim da Série B pelo Al Shabab, da Arábia Saudita.

Por fim, o jogador falou da importância do gol marcado contra o Fantasma e das cobranças que recebe e até as que faz de si mesmo sobre o seu desempenho em campo.

-O Gol muito importante, pois me cobro muito. Minha mãe, minha irmã e meu sogro dizem que é para eu ir pra cima. Hoje tive duas chances (antes do gol). Na primeira, o adversário cortou. Depois, em lance de cabeça, o goleiro pegou. O Airton usou o que ele tem de melhor, que é a velocidade e o drible. E nós fizemos o preenchimento de área que o Felipão pediu. Graças a Deus fui feliz e saiu o gol. Espero que possa fazer mais gols nos próximos jogos-concluiu.


O Cruzeiro terá o restante da semana de treinos, pois só jogará novamente no domingo, 25 de outubro, contra o Náutico, nos Aflitos, pela 18ª rodada da Série B.