Henrique - Corinthians

Henrique recebeu proposta, que foi recusada (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Guilherme Amaro
26/07/2018
01:52
São Paulo (SP)

Além de Mateus Vital, outros dois jogadores do Corinthians receberam propostas que foram recusadas: os zagueiros Henrique e Pedro Henrique. A revelação foi feita pelo diretor de futebol do Timão, Duílio Monteiro Alves, que analisou as saídas e disse estar atento a possíveis reforços.

- Tivemos propostas pelo Henrique, pelo Pedro Henrique, sondagens pelo Pedrinho, também uma oferta pelo Mateus Vital. Os atletas também não quiseram ir e o Corinthians não quis que eles saíssem. O Maycon e o Rodriguinho tiveram propostas que consideramos interessantes, boas, e os jogadores quiseram ir por conta dos valores altos. Sobre os outros que saíram, o Balbuena foi uma situação em que a gente foi obrigado a renovar com multa baixa para não perder todo o investimento inicial; e no caso do Sidcley trouxemos o Danilo Avelar já prevendo isso. Ele não era jogador do Corinthians (estava emprestado pelo Atlético-PR), a gente não teve o que fazer - afirmou o dirigente.

Duílio disse que não há negociações em andamento além da com Sergio Díaz, que fará exames médicos nesta quinta-feira antes de ser emprestado pelo Real Madrid (ESP) até o fim de 2019. Por outro lado, o diretor admitiu que monitora o mercado para se prevenir de possíveis saídas.

- A gente não tem outros jogadores chegando. Muitos estão sendo monitorados, situações para a gente se prevenir de possíveis saídas caso cheguem propostas. Se traz mais gente agora fica com o elenco inchado e com custo caro. Acompanhamos no dia a dia para ter um grande time - declarou Duílio, que disse para a torcida corintiana "ficar tranquila".

- Temos dificuldade, porque a janela do exterior termina no fim de agosto e aqui fecha no meio do mês. A Copa do Brasil temos a data limite para inscrição em 30 de julho. A torcida pode ficar tranquila, estamos trabalhando, todas as peças que perdemos estão sendo repostas e o Corinthians seguirá forte nas competições que participa - afirmou.

O dirigente ainda falou que não recebeu proposta por Fagner, "esfriou" a negociação com Michel Macedo e disse que a contratação de um meia não é prioridade. Veja abaixo:

Houve proposta pelo Fagner?
Nenhuma proposta pelo Fagner. É um jogador que jogou a Copa, e isso pode acontecer. Mas até hoje não teve procura por ele.

Por precaução, houve conversa com Michel Macedo. Ainda há negociação?
Michel foi uma conversa há um tempo atrás, a gente vem acompanhando. Poderia ser uma oportunidade por ele estar sem clube, mas temos o Fagner hoje. Foi só para acompanhar o mercado e ver prováveis opções futuras.

A contratação de um meia é prioridade após a saída de Rodriguinho?
Temos o Jadson, que hoje fez um grande jogo, Mateus Vital joga ali, Díaz também, e o Pedrinho joga por dentro. Nessa posição a gente está bem servido.