Alessandro e Roberto de Andrade - Corinthians

Insatisfeita, Gaviões da Fiel cobrou a saída dos dois dirigentes (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

LANCE!
09/06/2021
19:29
São Paulo (SP)

No mesmo dia em que o Corinthians decide a sua vida na Copa do Brasil, contra o Atlético-GO, a maior torcida organizada do clube, a Gaviões da Fiel, divulgou nota oficial fazendo críticas à atual gestão e reivindicando a demissão de nomes cúpula do futebol corintiano: Alessandro e Roberto de Andrade.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Relembre o desempenho do Corinthians no Brasileirão por pontos corridos

Insatisfeita com a situação atual do Timão, não só dentro como também fora de campo, a torcida usou suas redes sociais para manifestar suas críticas para o departamento de futebol, que já participou de outras gestões. Mas os alvos não foram apenas os dirigentes, Jô e Gil também foram questionados. No texto, a Gaviões coloca em dúvida se eles ainda podem atuar em alto nível.

Confira, na íntegra, a nota oficial publicada pela organizada:

"Nota oficial dos Gaviões da Fiel - 09/06/2021

Os Gaviões da Fiel vêm por meio deste pronunciamento oficial exigir a demissão da atual diretoria de futebol do Corinthians, sobretudo dos diretores Roberto de Andrade Souza e Alessandro Nunes. Acreditamos que esse momento delicado que o clube vive é também herança da má gestão no futebol dos últimos seis anos.

De lá pra cá, os dois diretores foram presidente e gerente de futebol, nos levando a concluir a falta de conhecimento no assunto por parte do diretor Roberto de Andrade e a colocar em dúvida a autonomia do ex-atleta Alessandro.

É inadmissível e inexplicável que um time como o Corinthians, com toda a receita disponível do futebol, possuir um elenco tão desqualificado como o atual, com resultados pífios dentro de campo. Não vamos mais admitir contratações misteriosas de atletas que sequer atuam pelo clube ou outros que chegam sem ter nenhuma expressão na carreira futebolística, ganhando altos salários - e que se mostram infrutíferos posteriormente.

Exigimos também um posicionamento da comissão técnica a respeito de jogadores renomados, alguns com história no clube, e que não estão conseguindo melhorar o nível de atuação do time. Jô e Gil não podem mais atuar em bom nível? Estamos sem centroavante de ofício no elenco e Jô não consegue nem participar dos jogos. Se não puderem, que se despeçam do elenco, pois custam alto para os cofres corinthianos.

Caso a comissão pense algo diferente nesse sentido que apresente um planejamento de recuperação física e técnica desses atletas de forma clara – e que comece a dar resultados dentro de campo. O mesmo serve para o meia Luan, que apresenta muito menos (para não dizer nada) do que se espera de uma contratação milionária e dono do salário mais alto da equipe.

Acreditamos na necessidade de recuperar os cofres do clube dos devaneios da gestão Renovação e Transparência (que segue à frente do Corinthians, é bom lembrar) e também entendemos que um grande elenco nesse momento não será possível. Mas EXIGIMOS a troca do comando de futebol do clube nesse processo de reestruturação, com nomes que não estejam ligados ao grupo Renovação e Transparência. Queremos profissionais do meio bem capacitados, com boa experiência no currículo e resultados à altura de um time como o Corinthians. Chega de aventureiros ou mais do mesmo!

E EXIGIMOS TODAS ESSAS MUDANÇAS ATÉ O FIM DO PRIMEIRO TURNO DO CAMPEONATO BRASILEIRO.

PRECISAMOS DE UM TIME COMPETITIVO QUE RESPEITE AS TRADIÇÕES DO CORINTHIANS. PRECISAMOS DE UMA DIRETORIA DE FUTEBOL QUE SEJA PROFISSIONAL E CAPACITADA, E QUE OLHE PARA O CLUBE SEM ENXERGAR APENAS UM BALCÃO DE NEGÓCIOS!

O recado está dado.

Os Gaviões nasceram para poder reivindicar.

PELO CORINTHIANS, COM MUITO AMOR, ATÉ O FIM!

Situação + Oposição = o câncer do Timão!"