Gil

Gil é um dos principais nomes da zaga corintiana nos últimos anos (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)

LANCE!
23/07/2021
14:37
São Paulo (SP)

Desde a chegada do técnico Sylvinho ao Corinthians, há cerca de dois meses, o sistema defensivo do clube foi ajustado. Atualmente, o Timão tem a segunda melhor defesa do Brasileirão, ao lado do Atlético-MG, com apenas 10 gols sofridos, perdendo apenas para Flamengo e Fortaleza, que foram vazados nove vezes.

A evolução coincide com o retorno do zagueiro Gil ao time titular. Em queda no primeiro semestre, o defensor havia perdido espaço com o ex-treinador corintiano, Vagner Mancini, mas ganhou voltou à titularidade com o novo comandante. O camisa 4 atuou durante os 90 minutos em todos os jogos do clube com Sylvinho.

– Confiança, isso é a coisa mais importante par uma atleta de futebol, ter confiança pra jogar e ter segurança. A nossa equipe ficou muito forte, com chegada do Sylvinho, o que ele tem implementado no Corinthians não só para a defensa mas em todos os atletas, porque a nossa marcação começa na frente – declarou o zagueiro em entrevista coletiva virtual concedida nesta sexta-feira (23).

>> Baixe o novo app de resultados do LANCE! 
>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

Além da mudança de peças, que culminou nas novas oportunidades a Gil, a chegada do novo técnico alterou um modelo de jogo que o Timão vinha atualizando com Mancini, a linha de três zagueiros. Em todas as partidas com o seu atual treinador, o Timão foi escalado com um sistema defensivo com quatro atletas, dois zagueiros e dois laterais, um de cada lado.

O defensor garante que não há preferência no modelo de jogo.

– Isso vai de cada treinador, cada um tem seu perfil e maneira de trabalhar. Sylvinho tem maneira dele, assim com o Vagner Mancini. Não tenho preferência, quando o jogador está apto a participar dos treinos e jogos ele não vê dificuldade.

Gil se autointitula fominha e afirma cobrar todos os atletas, até mesmo os que não atuam no sistema defensivo, quando a necessidade de uma forte marcação em todos os setores do gramado.

- Fico feliz em estar ajudando os companheiros, quando a gente conversa eu falo para eles que sou fominha, egoísta na parte de ter melhor defesa, e isso é um conjunto de todos que tem ajudado. Que a gente possa permanecer a assim e conseguir as vitórias que é o mais importante para a nossa sequencia no campeonato.

Nesta temporada, Gil tem 31 jogos disputados e um gol marcado. O único tento do defensor foi na goleada por 5 a 0 do Timão sobre o Sport Huancayo, pela penúltima rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana, sob o comando do interino Fernando Lázaro, atualmente auxiliar técnico de Sylvinho.