Gil - Coletiva Corinthians

Gil é um dos pilares defensivos do Corinthians de Tiago Nunes (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

LANCE!
11/08/2020
14:10
São Paulo (SP)

A derrota para o Palmeiras na final do Campeonato Paulista, no último sábado, é assunto finalizado no Corinthians. Apesar do frustrante revés nos pênaltis para o maior rival, o Timão muda a chave e agora foca no Brasileirão. Na próxima quarta, às 19h15, o Alvinegro visita o Atlético-MG pela segunda rodada do torneio e espera fazer uma boa campanha na principal competição do país. 

Nesta terça-feira, o zagueiro Gil atendeu os jornalistas em uma conferência digital e garantiu que o vice-campeonato no estadual é coisa do passado. O defensor acredita que o Corinthians pode desempenhar um bom papel no Brasileirão - que tem seu término apenas no mês de fevereiro do ano que vem.
 
- Todo mundo trabalhou bastante para ser campeão, a gente fica chateado, para baixo, levantar uma taça é sempre importante, ainda mais num clássico, mas não podemos ficar lamentando, temos um jogo importante pela frente, queria fazer parte desse título com Cássio, Fagner e Gabriel que venceram três seguidos, mas não deu. Trabalhamos bastante para chegar nos jogos inteiros, não deu para vencer, mas levamos aprendizados, cabeça forte e grupo unido para conseguir coisas maiores - afirmou o zagueiro. 

Sem a presença do lateral Fagner, vetado pelo departamento médico por conta de dores no tornozelo direito, o Corinthians inicia sua jornada no Brasileirão 2020 em Belo Horizonte. No Mineirão, a equipe comandada por Tiago Nunes mede forças com o Galo de Jorge Sampaoli. 

Ciente das dificuldades geradas pela pandemia do novo coronavírus e o consequente enxugamento do calendário, o defensor corintiano deu apoio ao técnico Tiago Nunes e falou sobre a aplicação do elenco em colocar em prática tudo o que é passado pela comissão técnica. 

- Não vai ter muito tempo para treino, o que a gente tem evoluído nos jogos, outros não, temos margem para melhora. Estamos todos empenhados para fazer o que o Tiago quer, hoje mesmo treinamos o que ele tem como ideia de jogo, estamos todos concentrados para fazer uma grande estreia. Brasileiro é um campeonato longo, temos que fazer a nossa parte bem feito para vencer - pontuou Gil.

Confira a entrevista completa do zagueiro do Timão:

Críticas ao meia-atacante Luan 
A gente não conversou sobre isso, mas sabemos da qualidade que tem, é um menino do bem, de grupo, ele e todos os jogadores, temos passado força um para o outro, sempre se cobrando para a gente melhorar. Voltamos bem depois da (pausa da) pandemia, trabalhando em prol do Corinthians, ficamos chateados, sabemos da qualidade de todos, temos que seguir lutando para fazer sempre o melhor. 

Escolha dos batedores de pênalti na final do Campeonato Paulista 
Todo mundo que estava no jogo estava apto a bater, pênalti sempre é difícil, não tem de botar a culpa em A, B ou C porque perdemos o jogo. Se fosse o contrário, ninguém estaria falando nada. Sabíamos a dificuldade do jogo, ainda mais quando foi para os pênaltis. Temos que nos apoiar um no outro para fazer um grande trabalho. Nosso grupo é experiente, nos cobramos no dia a dia, nos empenhamos para fazer o melhor e seguir de cabeça erguida.

Sobre o duelo contra o Atlético-MG 
Sabemos da dificuldade que vamos encontrar amanhã. Temos que estar focados em fazer o melhor, é nossa estreia no Brasileiro, a gente quer vencer, começar com pé direito. Respeitamos o Atlético-MG, mas queremos somar pontos na casa deles.

Sobre protocolos de segurança do Brasileirão 
A gente tem toda a nossa segurança, cautela, preocupação, o DM e a diretoria fazem o máximo de esforço. Esperamos que isso passe logo, a nossa parte a gente faz muito bem, ficamos 15 dias concentrados aqui no Paulistão para não ter risco. Estamos cumprindo os protocolos e esperamos que as outras equipes também cumpram.

Briga pelo título do Brasileirão 2020 
Com todas as equipes, vimos um grande Atlético-MG x Flamengo, não tem como apontar favorito. As equipes mais preparadas podem levar vantagem nisso, não tem como fazer projeção agora de meio de tabela e título, todas as equipes são fortes. Campeonato é longo e só acaba em fevereiro.

Sobre o também zagueiro Bruno Méndez 
Companheiro nosso de trabalho, infelizmente não tem tantas oportunidades de jogar, mas trabalha sempre da mesma maneira, agente conversa muito, tem tudo para crescer no Corinthians. Quando ele tiver oportunidade, vai fazer o melhor. A gente está sempre passando força um para o outro.