Fagner

Fagner é um dos líderes do elenco do Corinthians (Foto: Marco Galvão/Fotoarena/Lancepress!)

Marcio Porto
01/01/2019
06:10
São Paulo (SP)

Férias geralmente é sinônimo de descanso, e pausa total dos trabalhos, mas não foi assim para o lateral-direito Fagner, do Corinthians. Com o objetivo de iniciar a temporada 2019 nas melhores condições, o jogador abriu mão de parte do seu tempo livre para manter a forma física de maneira profissional, com auxílio de um treinador particular e muita dedicação.

Foram dez dias de treinos físicos com o personal Maurício Faccio, já habituado a oferecer esse tipo de serviço a outros atletas. No período, Fagner fez sérias puxadas dos mais variados exercícios, mantendo a parte física e aeróbia em dia. Só depois da maratona que o jogador seguiu para o descanso com a família.

Já no fim da temporada, Fagner tinha avisado sobre sua preocupação com a manutenção da forma durante as férias. Em entrevista no CT Joaquim Grava, o jogador falou sobre a importância de não largar de vez em um período que costuma ser marcado por festas e mais abusos dos atletas na parte alimentar.

- A gente vai ficando mais experiente, e já sabe da importância que é fazer uma boa pré-temporada e mesmo antes, nas férias. Não exagerar muito, manter uma boa forma, que isso certamente faz a diferença quando volta. Já teve vezes de eu exagerar um pouco, e ter mais dificuldade na hora de voltar -- afirmou o lateral-direito.

Com o planejamento, Fagner espera repetir o desempenho de 2018, que na visão dele foi um dos melhores anos da carreira. Não é à tosa. Além de ter conquistado o quarto título pelo Corinthians, com o Paulista, o jogador foi um dos 23 convocados pelo técnico Tite para defender a Seleção Brasileira na Copa do Mundo. Terminou o Mundial como titular após a lesão de Danilo. Um sonho.

O trabalho físico também visa a prevenção contra lesões, algo que o atrapalhou na temporada 2018. Inclusive, quase lhe custou o sonho da Copa do Mundo, já que Fagner se lesionou pouco antes da convocação e precisou de uma avaliação médica mais atenciosa do departamento médico da Seleção para ser liberado.

Para 2019, o lateral-direito que é titular absoluto do Corinthians desde 2014 terá a concorrência do recém-contratado Michel Macedo, que veio do Las Palmas (ESP). Mas se depender da dedicação e planejamento, será difícil tirar o posto do camisa 23.