Roberto de Andrade - Treino Corinthians

Roberto de Andrade citou troca de atletas como possibilidade de reforçar elenco (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

LANCE!
25/02/2021
09:00
São Paulo (SP)

O Corinthians vai tentar estabelecer uma nova política de montagem do elenco para esta temporada 2021. Com os pés no chão por conta de problemas financeiros, a ordem é usar a criatividade para reforçar o elenco, seja com jogadores promovidos da base ou até com trocas com outros clubes. 

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

GALERIA
> Quem foi o craque do Brasileirão? Redação do LANCE! escolhe os melhores

Em entrevista para a ESPN, na última quarta-feira, o diretor de futebol do Timão, Roberto de Andrade, sinalizou com a possibilidade de fazer negócios envolvendo a troca de atletas, a fim de driblar a falta de dinheiro e poder utilizar ativos do clube que não estejam tão bem atualmente, mas que podem voltar a brilhar em outros lugares. Para ele, este é o momento certo para isso.

- O mercado vai ficar um pouco mais atraente para a gente fazer trocas, principalmente aquelas que não envolvam dinheiro, isso facilita a vida dos clubes, porque já vimos no passado, jogador que veste uma camisa, e depois veste outra e tem uma melhora substancial. Acho que isso vai acontecer em algum momento, porque no futebol não tem dinheiro, sem isso os clubes não conseguem fazer grandes contratações - argumentou o dirigente.

Roberto se mostrou bastante aberto a essa modalidade de negócio e explicou o que quer dizer quando cita a possibilidade de trocar jogadores do atual elenco. Para exemplificar a teoria, ele voltou para 2014, quando Corinthians e São Paulo trocaram Alexandre Pato por Jadson, e o meia acabou se tornando uma das referências corintianas na última década, com direito a títulos.

- Você tem um elenco, com 30 ou 40 jogadores, é comum você fazer uma troca, nós temos que analisar, você não vem aqui querer trocar o Cássio por um goleiro de menor expressão, aqui ninguém vai trocar, óbvio que o não, o que eu quero dizer é que o futebol está aberto para essa conversa, não custa nada conversar, num passado recente, nós trocamos o Pato pelo Jadson, e olha o retorno que o Jadson nos deu, é isso que eu quero dizer. E o Pato é um cara de camisa, caríssimo, um dos jogadores mais caros que o clube adquiriu - relembrou o diretor de futebol alvinegro antes de completar:

- Nós tivemos coragem, na época o Mário Gobbi teve, trocou e acabou dando certo, veio o Jadson e nos ajudou com três títulos, então é isso que eu quero dizer, não precisa ser necessariamente com jogador de grande expressão, pode ser jogador com menos expressão, pode ser com garoto, com qualquer coisa, eu falei que pode ser uma nova ferramenta a surgir no mercado do futebol.

Antes de iniciar a temporada 2021, o Corinthians ainda tem um último compromisso na de 2020, nesta quinta-feira, quando enfrenta o Internacional, no Beira-Rio, pela 38ª rodada do Brasileirão-2020. No próximo domingo, o Timão já enfrenta o Red Bull Bragantino pela 1ª rodada da fase de grupos do Paulistão-2021, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, às 18h15.