Jogo - Emerson Sheik

Emerson Sheik reuniu amigos para jogo de despedida (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

LANCE!
07/12/2018
22:08
São Paulo (SP)

Emerson Sheik pendurou as chuteiras na noite desta sexta-feira com um jogo de despedida na Arena Corinthians, onde reuniu ex-companheiros e amigos para celebrar sua carreira. Antes da partida, ele falou sobre seu futuro e reforçou o desejo de permanecer no Corinthians com um cargo fora do campo. Disse que quer ajudar a direção a levar o time para títulos.

- Eu quero viver o hoje, esse momento que é muito especial pra mim. Óbvio que eu tenho uma história no futebol e essa história me proporciona receber inúmeros convites. Eu recebi sim, não é história, eu trabalho sempre com a verdade quem conhece meu trabalho sabe muito bem disso. Existe sim uma enorme possibilidade de eu ficar aqui no Corinthians para a temporada de 2019, porém, eu ficaria me sentindo útil, então quero me sentir útil, quer ajudar, se por ventura esse convite se concretizar e se tornar real, eu quero ajudar - afirmou Sheik, em entrevista ao canal "SporTV".

- Não quero ficar aqui pela história por tudo que eu conquistei no clube, eu quero participar efetivamente da temporada 2019 e ajudar a direção a caminhar para títulos, por que o Corinthians vive disso e a torcida se acostumou muito bem - completou o agora ex-atacante. 

Para o jogo festivo, Sheik reuniu grande parte do elenco campeão da Libertadores de 2012, competição em que ele foi destaque marcando os dois gols da final contra o Boca Juniors (ARG), no Pacaembu. Nomes como Leandro Castán, Fábio Santos, Douglas e Jorge Henrique reforçaram o time de Sheik, que ainda contou com o ídolo da Fiel Marcelinho Carioca e o ex-atacante Bebeto, campeão mundial pela Seleção em 1994. Do outro lado, amigos e ex-companheiros de Sheik,  como o ex-volante Amaral, o ex-meia Djalminha e o influenciador digital Fred, do canal Desempedidos. 

A Arena teve um ótimo público para o evento, que tinha como entrada a troca de alimentos. Foram trocados mais de 40 mil ingressos, mas havia espaços na arquibancada. 

Sheik chegou ao Corinthians em 2011 e participou da maior parte das conquistas do clube neste período, Brasileiros, Paulistas, da Libertadores e do Mundial.