Carille

Carille sofreu com convocações, lesões e ausências de seus principais jogadores durante a parada da Copa América (Foto:Reprodução)

Yago Rudá
08/07/2019
08:41
São Paulo (SP)

O Corinthians não conseguiu aproveitar os seus três amistosos durante a parada da Copa América. Repleto de desfalques, o técnico Fábio Carille ficou impossibilitado de colocar suas ideias em prática e não houve praticamente novidade algumas nas escalações da equipe, que foi derrotada para Botafogo-SP e Londrina e venceu apenas o Vila Nova, com um gol nos acréscimos.

Principal problema do Corinthians na temporada, o sistema ofensivo foi praticamente ineficaz nos testes antes do retorno do Brasileirão. Apesar dos quatro gols feitos, três deles foram marcados quando os reservas estavam em campo e o único tento feito pelos titulares (Vagner Love contra o Vila Nova) nasceu de um chutão de Walter somada à falha da defesa adversária.

A grande ideia de Fábio Carille em escalar Clayson e Everaldo juntos não conseguiu sair do papel, já que a dupla se reapresentou precisando fazer fortalecimento muscular. O meia Jadson, outro nome importante no elenco, ficou na parte interna do CT Joaquim Grava e não pôde participar dos treinamentos. Gustagol, Ramiro, Michel Macedo e os campeões da Copa América Fagner e Cássio também não puderam jogar.

Diante desse problema, a comissão técnica precisou convocar jogadores dos times sub-17, sub-20 e sub-23 para completar o elenco. Remendado e sem um padrão de jogo definido, o Corinthians não apresentou um bom futebol em nenhum dos três amistoso e decepcionou sua torcida.

Desejo antigo de Fábio Carille, a parada da Copa América não apresentou soluções para os problemas do Corinthians. O clube esbarrou nas convocações, lesões e ausências de seus principais jogadores no período. Mesmo assim, as variações táticas não apareceram, assim como o repertório ofensivo. 

Elenco e comissão técnica ainda tem uma semana livre de treinos para buscarem uma melhora. O Corinthians volta a campo domingo, em Itaquera, para enfrentar o CSA no retorno do Brasileirão. O elenco terá o reforço do zagueiro Gil, que retorna ao Alvinegro após três anos no futebol chinês.