Jô - Treino Corinthians

Jô tem treinado com o Corinthians desde a volta do futebol (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

Fellipe Lucena
13/07/2020
08:00
São Paulo (SP)

As primeiras impressões deixadas por Jô neste retorno ao Corinthians são positivas. Se depender do desempenho dele nos treinos, são grandes as chances até de ser titular no clássico contra o Palmeiras, no retorno do Paulistão. O problema é a parte burocrática.

A parte física e a ausência de ritmo de jogo preocupavam o Corinthians. Jô não disputa uma partida oficial desde o fim de 2019, quando ainda defendia o Nagoya Grampus, do Japão, e teve recentemente uma lesão no joelho esquerdo. O atacante de 33 anos, porém, vem respondendo bem aos trabalhos individualizados de recondicionamento e, de acordo com quem acompanha as atividades, agrada também nos treinos com bola.

Ele, no entanto, ainda não sabe quando poderá ser inscrito. A Federação Paulista autorizou que os clubes inscrevam novos jogadores até o dia 21, mas Jô ainda não está registrado no BID. A janela internacional para inscrições de atletas, inclusive, está fechada neste momento.

Os clubes aguardam para esta semana a definição da data de abertura, que sofreu modificações devido à pandemia. Para o Corinthians ter Jô no Dérbi, é preciso que essa data seja bastante breve.

Para inscrevê-lo, é necessário que o Nagoya Grampus envie a documentação da transferência, algo que pode demorar devido ao fato de a saída dele não ter sido amigável - o clube japonês o demitiu por justa causa alegando abandono de emprego. Jô viajou ao Brasil em meio à pandemia, algo que a diretoria do clube japonês alega não ter liberado.

O Corinthians deve solicitar esta documentação assim que a janela abrir e o Nagoya tem até sete dias para enviá-la sem que a intervenção da Fifa seja necessária.

O Corinthians ainda enfrenta Palmeiras em casa e Oeste fora na fase de grupos do Paulistão. O Timão precisa vencer os dois confrontos e torcer para o Guarani, que tem cinco pontos de vantagem no Grupo D, não pontuar contra Botafogo-SP (fora) e São Paulo (casa). Se o Bugre fizer um ponto, o Corinthians dependerá de duas vitórias e ainda precisa superar os campineiros no saldo de gols (neste momento, a desvantagem é de 2 a 6).