Guilherme Amaro
10/05/2018
21:23
São Paulo (SP)

O Corinthians está nas quartas de final da Copa do Brasil. Na noite desta quinta-feira, o Timão ganhou do Vitória por 3 a 1 e avançou na competição, já que o duelo de ida havia terminado empatado sem gols. Agora, o foco é no clássico contra o Palmeiras, no domingo, pelo Brasileirão, na mesma Arena Corinthians, em Itaquera.

Água mole em pedra dura...
O Vitória adotou a mesma estratégia do confronto de ida: se fechar para esperar o Corinthians e tentar surpreender no contra-ataque. Ciente disso, como Carille e os jogadores já haviam alertado, o Timão teve paciência para rodar a bola e criar as oportunidades.

O gol só apareceu aos 38 minutos. Mantuan cobrou lateral para Gabriel, que girou em cima de Neilton e cruzou rasteiro. O goleiro Caíque rebateu para o meio da área, e Maycon não teve trabalhos para mandar para o fundo da rede no rebote.

O artilheiro da Arena
Romero foi o dono do segundo tempo ao marcar duas vezes e aumentar sua vantagem na artilharia do estádio. Ele agora tem 23 gols, contra 20 de Jadson.

O primeiro gol do paraguaio saiu quando o Vitória pressionava em busca do empate. Aos 13 minutos, ele recebeu de Jadson e chutou em cima do goleiro, mas pegou o rebote e não desperdiçou. Na comemoração, ele fez o gesto de quatro com as mãos e apontou para a torcida, lembrando que a Arena teve seu jogo festivo inaugural há exatamente quatro anos, num "Corinthians contra Corinthians". A primeira partida oficial do estádio aconteceu no dia 18 de maio.

O "dono" da Arena ainda marcou de novo aos 20 minutos, também na segunda tentativa. Romero chutou de longe e viu Sidcley pegar o rebote e cruzar na medida para ele marcar. 

E o Vitória?
A equipe adotou outra postura no segundo tempo, com a entrada de André Lima no lugar de Willian Farias, mas viu o Corinthians ampliar a vantagem. Mesmo assim, o Vitória não desistiu e tentou ao menos diminuir.

O gol de honra saiu apenas aos 31 minutos do segundo tempo, justamente com André Lima, que aproveitou cruzamento de Guilherme Costa. O Vitória, porém, não conseguiu forçar em busca do empate e ainda teve José Welison expulso.

Fim do jejum
O Corinthians não ganhava havia quatro jogos, maior jejum sem vitórias desde que Carille assumiu o comando da equipe. Fim da sequência negativa. Que venha o Dérbi!

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 3 X 1 VITÓRIA
Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP)
Data-Hora: 10/5/2018 - 19h30
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa/PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)
Público/renda: 29.625 pagantes/R$ 1.280.969,60
Cartões amarelos: Rhayner (VIT)
Cartões vermelhos: José Welison, aos 44'/2ºT (VIT)
Gols: Maycon (38'/1ºT) (1-0), Romero (13'/2ºT) (2-0), Romero (20'/2ºT) (3-0), André Lima (31'/2ºT) (3-1),

CORINTHIANS: Cássio; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon (Maycon, aos 39'/2ºT); Pedrinho (Mateus Vital, aos 29'/2ºT), Jadson (Emerson Sheik, aos 26'/2ºT), Rodriguinho e Romero. Técnico: Fábio Carille.

VITÓRIA: Caíque; José Welison, Kanu, Ramon e Pedro Botelho; Willian Farias (André Lima, no intervalo) e Uillian Correia; Neilton (Luan, aos 24'/2ºT), Yago e Rhayner; Denílson (Guilherme Costa, aos 14'/2ºT). Técnico: Vágner Mancini.