Cruzeiro Campeão da Copa do Brasil 2018

O capitão Henrique ergue pela segunda vez seguida o troféu da Copa do Brasil (Luis Moura / WPP)

Valinor Conteúdo
18/10/2018
01:09
Belo Horizonte

Provavelmente o ano de 2018 será inesquecível para o zagueiro Dedé. O defensor da Raposa teve uma história de redenção pouco vista na história recente do futebol.

Após diversas lesões e cirurgias no joelho, Dedé iniciou 2018 sob desconfianças se conseguiria jogar pelo menos parte dos jogos. Ele fez mais. Assumiu a posição de titular na equipe e se tornou o pilar da defesa cruzeirense ao lado de Léo. Terminou a Copa do Brasil como um dos melhores da equipe.  

O título de 2017 do time estrelado foi assistido pela TV por Dedé, que estava mais uma vez lesionado. Emocionado, contou a sensação de poder comemorar a conquista ao lado dos companheiros e, melhor, sendo um dos protagonistas.

- Esse titulo é especial por tudo o que eu passei. Comemorei dois títulos este ano. Foi uma coisa muito especial. Estou emocionado. A torcida fez a diferença o tempo todo. Este ano o que essa torcida fez foi algo sensacional. Nos momentos bons, ruins, eles lotaram o Mineirão. Nunca vi isso. É a melhor torcida do Brasil - disse.

Dedé relatou como foi estar em campo e conquistar o título jogando, pois há pouco menos de um ano o zagueiro era mero espectador da partida.

- Imagine nesse mesmo momento ano passado como foi complicado. O Dr. Sérgio Campolina disse que eu teria de fazer mais uma cirurgia no joelho e hoje estou aqui comemorando o título dentro do campo. Do fundo do meu coração, tenho amor por essa torcida. Nação celeste, amo vocês - vibrou um emocionado Dedé.