Óscar Romero e Derlis González

Óscar Romero e Derlis González têm experiência na Copa América (Foto: Divulgação)

Vinícius Faustini
15/06/2019
07:55
Rio de Janeiro (RJ)

A estreia na Copa América começará a colocar à prova uma nova safra que Eduardo Berizzo deixou em voga no Paraguai. Em meio a medalhões, a seleção já abrirá espaço no duelo com o Qatar, neste domingo, para jogadores mais jovens e empenhados em se firmar como titulares de um novo momento paraguaio. 

- Sabemos que o treinador teve pouco tempo desde que chegou. Mas está formando um grupo de jovens muito forte, que a cada partida vem se fortalecendo. E, como todo paraguaio, sempre queremos o melhor. Vamos apontar isto - afirma Derlis González.

Tendo na bagagem duas disputas de Copa América (em 2015 e a Copa América Centenário, em 2016), o atacante do Santos, que tem 25 anos, é um dos que têm se firmado no momento.

Outro símbolo de afirmação da atual geração é Óscar Romero. Cotado para ser titular, o jogador de 26 anos é categórico:

- Tratar de fazer uma boa Copa (América) é a expectativa de todos. Para isto se trabalha, o primeiro objetivo é pensar positivo e fazer o bom torneio. Depois, consolidar o grupo.

'O treinador está formando um grupo jovem que, a cada partida, vem se fortalecendo', diz Derlis González


Aos seus olhos, a atual geração "herda uma dívida" pelo fiasco de o Paraguai não ter disputado as Copas de 2014 e 2018:

- O Mundial é algo pendente para nós. E este torneio será uma prova fundamental para todos.

O LANCE! destaca alguns dos pilares da atual safra dos "guaranís".

MIGUEL ALMIRÓN (25 anos)

Depois de destacar-se no Cerro Porteño e Lanús, teve atuações de encher os olhos ao vencer a temporada de 2017/2018 da MLS com a camisa do Atlanta United. Contratado em 2019 pelo Newcastle, surge como esperança de qualidade para o setor ofensivo.

DERLIS GONZÁLEZ (25 anos)

Além de ter participações em torneios internacionais pelo Paraguai, o atacante tem se destacado no Santos comandado por Jorge Sampaoli. Incansável, promete ser uma boa opção em investidas pelos lados.

ÓSCAR ROMERO (26 anos)

Tem a seu favor a experiência de sobra com a camisa do Paraguai. O meia-atacante, que tem passagem pelo futebol chinês, continua a ser esperança tanto na criação quanto na conclusão de jogadas. Atualmente, briga pela titularidade com Cecilio Dominguez, aguerrido jogador de 24 anos.

BALBUENA (27 anos)

O ex-zagueiro do Corinthians é um dos pilares do setor. Atuando no West Ham, surge como "xerife", capaz de passar segurança a seus companheiros em partidas decisivas, em especial em duelos intensos como prometem ser o da Copa América.

GUSTAVO GÓMEZ (26 anos)

Em grande fase no Palmeiras, luta pela titularidade na seleção paraguaia. É uma opção importante em momentos decisivos e acrescenta opções para a zaga da equipe de Eduardo Berizzo.

COM A PALAVRA

'Expectativa boa, mas sensação de que não mostraram seu potencial pleno'

HERNÁN OSORIO

Jornalista da Tigo Sports Paraguay

O espaço para jogadores mais jovens no Paraguai surgiu, em especial, devido ao fim de ciclo de jogadores que já escreveram sua história. Nomes como Roque Santa Cruz e Villar se aposentaram, e Paulo da Silva também perdeu espaço.

A expectativa em torno dos atletas mais novos é muito boa, mas a impressão é de que ainda não conseguiram jogar à altura do potencial que cada um tem. Um dos nomes que se espera muito é Miguel Almirón, por todo o futebol apresentado no Lanús, no Atlanta United e por estar agora no Newcastle.

Gente muito jovem está tendo oportunidade na equipe nacional. Já figuras deixaram Roque Santa Cruz se aposentou, Paulo da Silva, Villar é que se diz que estão tendo oportunidade.

Além da confiança que Miguel Almirón tenha mais oportunidade, há muita esperança em torno de Óscar Romero, Derlis, Gustavo Gómez, Balbuena... Também se espera um bom torneio de Gatito Fernández, que soa como "veterano" no atual elenco.