Vítor Pereira - Botafogo 1 x 3 Corinthians

Contra o Botafogo, Vítor Pereira chegou ao oitavo jogo no comando do Timão (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

LANCE!
10/04/2022
20:51
São Paulo (SP)

A vitória do Corinthians por 3 a 1 sobre o Botafogo, no Rio de Janeiro, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo (10), interrompeu uma série de dias difíceis do Timão, que se arrastavam desde a eliminação na semifinal do Campeonato Paulista.

O triunfo fora de casa foi uma espécie de resposta às arquibancadas após a última semana, onde o houve protestos de torcedores uniformizados na porta do CT Joaquim Grava, com alguns integrantes sendo autorizados a conversar com membros do elenco, comissão técnica e diretoria, cobrando evolução no desempenho da equipe em campo.

> GUIA BRASILEIRÃO - Tudo sobre o Timão na principal competição nacional
> GALERIA - Veja todos os técnicos estrangeiros na história do Corinthians
> TABELA - Confira e simule os jogos do Brasileirão


- A cobrança dentro do respeito é importante. É importante para mim, para os jogadores e percebemos que não podemos baixar o nosso nível. Representamos muita gente pobre, muita gente que para ir ao domingo ao estádio precisa poupar durante a semana e muitas vezes falta comida na mesa. Portanto, a conversa que tivemos foi nesse sentido – disse o treinador em entrevista coletiva após o triunfo na capital carioca.

- A vida nos abençoou com a possibilidade de fazermos o que gostamos e somos bem pagos. É importante não nos esquecermos que representamos muita gente, milhões, muita gente pobre e necessitada. Esse é o espírito que temos que levar para campo – acrescentou Vítor.

Paralelamente às conversas com torcedores, também houve ameaças digitais de forma isoladas por corintianos à jogadores e seus familiares,  e também ao presidente Duílio Monteiro Alves, onde boa parte dos autores já foram identificados pela polícia e intimados a prestar depoimento. Estas já foram repudiadas pelo treinador, que disse que conversou com os atletas sobre e os instruiu a focar no trabalho do dia a dia, deixando situações como as que ocorreram nas mãos dos órgãos competentes para investigar e punir.

- O resto já tenho que criticar, não se pode misturar futebol e família porque a família é sagrada. Não se pode fazer isso, perderam completamente a razão e, sinceramente, não podemos deixar isso acontecer. Tivemos uma conversa onde esse assunto não foi esquecido, tivemos que perceber que temos que focar no trabalho naquilo que controlamos e deixar para as pessoas competentes esse excesso, na verdade passaram dos limites. Por mais paixão que tenham pelo clube não podem fazer isso. Nós temos que correr, lutar e ir bem. Concordo que a cobrança seja feita em cima disso, mas o resto é caso de polícia – destacou VP.

VITÓRIA SOBRE O BOTAFOGO

Em relação ao desempenho do Corinthians em campo contra o Botafogo, Vítor Pereira elogiou muito o primeiro tempo da sua equipe, ressaltou a queda de desempenho na etapa final, mas elogiou o ‘espirito corintiano’ apresentado pelos jogadores.

- Os miúdos têm qualidade e precisam de um bocadinho mais de maturidade que os jogos vão dar, tenho certeza absoluta. A primeira parte foi de grande nível, não demos chances ao Botafogo e na segunda parte gerimos um pouquinho e vi o espírito corintiano dentro de campo. Muita raça, muita ajuda, é tanta vontade que até exagera – comentou Pereira.

Com 10 dos 15 jogadores que atuaram oriundos da base corintiana, em diferentes gerações, o treinador corintiano elogiou a atuação dos atletas mais jovens.

- Fico orgulhoso de termos tanta gente da base em campo e acho sinceramente que temos o apoio da nossa torcida. Merecemos o apoio, eles cobraram e nós reagimos. É assim que tem que ser – relatou Vítor Pereira.

Entre os jogadores mais novos mencionados pelo técnico esteve o meia Roni, que entrou no segundo tempo e foi o autor do pênalti que resultou no único gol do Botafogo no jogo, em um lance de infelicidade e desatenção que foi minimizado pelo comandante.

- O Roni tem um coração muito grande, acrescenta ao clube como ninguém, mas é natural que estes percalços aconteçam – opinou Vítor.

A vitória contra o Botafogo foi a primeira do Corinthians após três jogos.

Agora, o Timão volta as suas atenções para a Copa Libertadores, já que precisa vencer o Deportivo Cali, da Colômbia, na Neo Química Arena, nesta quarta-feira (13), às 21h, pela segunda rodada do grupo E. Será a estreia corintiana em casa pela competição continental.

Pelo Brasileirão, o Corinthians volta a campo no próximo sábado (16), às 19h, contra o Avaí, novamente na arena em Itaquera.

Clique aqui e ganhe R$50 para jogar no Galera.bet