Goiás x Ceará

Goiás somou mais três pontos no Brasileirão (Foto: Reprodução)

Futebol Latino
11/05/2019
23:01
Goiânia (GO)

Em duelo realizado no estádio Serra Dourada, na cidade de Goiânia, uma bela jogada concluída por Marlone, a presença vital do estreante Thiago Galhardo na bola parada e o oportunismo em dois lances seguidos de Leandro Barcia construíram a vitória por 2 a 1 do Goiás sobre o Ceará na noite deste sábado.

Com isso, o time Esmeraldino salta para a sétima posição, com seis pontos ganhos, enquanto o Ceará, com três, fica em 13°.

BATIDA FORTE

O time da casa deixou muito claro que não estava interessado em uma partida "morna" e de poucas emoções. Na base da velocidade, quem acabava se dando melhor era Michael costurando bem a zaga cearense pelo lado esquerdo onde, aos 19 minutos, chegou a driblar três marcadores antes de bater para defesa providencial do arqueiro Diogo Silva.

GOL...AÇO!

Em uma linda jogada na base da troca de passes, Jefferson fez o lançamento, Kayke ajeitou bem de calcanhar e Marlone bateu firme, de pé esquerdo, para mandar ao fundo das redes com o assistente marcando impedimento. Após a avaliação das imagens via árbitro de vídeo, que durou quatro minutos, o gol foi confirmado. Placar inaugurado no Centro-Oeste.  

ASSUSTOU

Sem finalizar por quase 30 minutos, quando conseguiu chegar à frente, o Vozão foi agudo com o lateral-direito Samuel Xavier. Após passe de Chico, o camisa 22 do Alvinegro de Porangabuçu arriscou e, depois de a bola bater na zaga, ela beliscou a trave de Tadeu e assustou boa parte dos torcedores presentes no Serra Dourada.

Antes do fim da primeira etapa, quem também chegou perto de marcar, novamente por parte do Ceará, foi Fabinho. João Lucas cruzou, Luiz Otávio desviou sem querer e o meio-campista acabou cabeceando pela linha de fundo.

MUDANÇA DE RITMO

Se foi o Goiás quem protagonizou um ritmo de jogo mais intenso na etapa inicial, o início do Ceará no segundo tempo demonstrou clara reação em busca da igualdade. Apesar da ausência de lances mais claros de gol, o volume de jogo do Vozão era todo voltado a rondar a área do Esmeraldino. Os visitantes conseguiram ser perigosos quando Ricardinho bateu falta e Luiz Otávio, dessa vez intencionalmente, testou firme e acabou mandando pela linha de fundo.

BUSCANDO GÁS E BUSCANDO O GOL

O técnico Claudinei Oliveira fez alterações que não mudaram o esquema de jogo da equipe, já que Júnior Brandão e Yago Felipe entraram nas vagas de Marlone e Kayke, ao menos para tentar recuperar a batida estabelecida na parte inicial do jogo.

Por sua vez, precisando aumentar a quantidade de lances perigosos que sua equipe estava sendo capaz de criar, algo pequeno diante do domínio territorial, Enderson Moreira resolveu promover a estreia do meia Thiago Galhardo, ex-Vasco, no lugar do volante Auremir. 

ESTREIA COM ESTRELA

Cinco minutos em campo. Foi isso que precisou o meia vindo do banco de reservas para marcar após bola alçada na área desviando na primeira trave e vencendo Tadeu. Foi a persistência da equipe cearense no plano ofensivo recompensada com o gol que, depois de uma certa tensão e nova revisão de alguns minutos do VAR, também foi confirmado.

ACABOU? QUE NADA!

O Goiás atirou-se ao ataque, mas tinha sérias dificuldades de armação refletidas em jogadas bastante desconexas, dando a entender que só em um lance de mais sorte do que precisão a vitória goiana poderia aparecer. Na base da bola aérea, Michael cruzou e Barcia, batendo de primeira, mandou na trave e viu a bola voltar em seus pés para tocar em direção ao gol com Diogo Silva já batido.     

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 2 X 1 CEARÁ

Local: Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data-Hora: 11/05/2019, 21 h (horário de Brasília)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (CBF-RN)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha Matos (FIFA-BA) e Clovis Amaral da Silva (CBF-PE) 
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (CBF-GO)
Assistentes do VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (CBF-MG) e Flavio Gomes Barroca (CBF-RN)
Cartão amarelo: Diogo Silva (CEA)
Cartões vermelhos: -
Gols: Marlone,19'/1°T (1-0), Thiago Galhardo, 31'/2°T (1-1) e Leandro Barcia, 45'/2°T (2-1)

GOIÁS: Tadeu; Daniel Guedes, David Duarte, Yago e Jefferson; Geovane, Léo Sena (Renatinho, aos 26'/2°T) e Marlone (Yago Felipe, aos 17'/2°T); Michael, Leandro Barcia e Kayke (Júnior Brandão, aos 15'/2°T). Técnico: Claudinei Oliveira.

CEARÁ: Diogo Silva; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e João Lucas; Auremir (Thiago Galhardo, aos 26'/2°T), Fabinho, Ricardinho, Fernando Sobral e Chico (Leandro Carvalho, aos 15'/2°T): Ricardo Bueno (Roger - intervalo). Técnico: Enderson Moreira.