Bahia x Sport - Campeonato Brasileiro Série A

Foto: Twitter Sport

Futebol Latino
01/08/2021
20:23
Salvador (BA)

Em pleno estádio de Pituaçu, em Salvador, o Sport surpreendeu o Bahia e venceu pelo placar de 1 a 0. Após uma enorme pressão do time do Tricolor de Aço, o Leão da Ilha conseguiu um contra-ataque no fim do jogo e marcou com Mikael de cabeça. Com o resultado, os pernambucanos saíram da zona de rebaixamento e agora somam 14 pontos. Os baianos estacionaram nos 17 pontos e agora ocupam o 10º lugar.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

CALENDÁRIO
Na próxima rodada, o Sport recebe o Red Bull Bragantino, no estádio da Ilha do Retiro, dia 06 de agosto. Já o Bahia visita o Cuiabá, em partida que será realizada na Arena Pantanal, dia 07 de agosto.

O jogo
PRIMEIRO TEMPO

COMEÇO MELHOR DO BAHIA

O Tricolor de Aço iniciou a partida criando boas oportunidades de gol. Em cinco minutos, o time do Bahia já tinha chegado duas vezes, ambas com o centroavante Gilberto, que finalizou as duas vezes para fora do gol e assustou o goleiro Mailson, do Sport.

SPORT EQUILIBRA O JOGO E ACERTA A TRAVE DO BAHIA
Após sofrer bastante no começo da partida, o Sport aos poucos conseguiu dar uma esfriada no ímpeto do ataque do Bahia e foi melhorando com o passar do tempo. José Welison foi o primeiro a levar perigo ao goleiro Danilo Fernandes quando arriscou de fora da área, mas o arqueiro defendeu.

Mas o Leão da Ilha chegou mais próximo de marcar aos 29 minutos. Paulinho Moccelin recebeu o passe, limpou a marcação e bateu colocada no canto direito do goleiro Danilo Fernandes. A bola beijou a trave e quase o gol saiu.

QUASE O BAHIA FAZ NO FIM DA ETAPA INICIAL
Após o susto da bola na trave de Paulinho Moccelin, a equipe do Tricolor do Aço foi para cima no fim do primeiro tempo e criou uma grande oportunidade para marcar. Patrick acertou um belo passe para Gilberto. O atacante tentou tirar do goleiro, mas a finalização acabou sendo defendida pelo goleiro Mailson.

SEGUNDO TEMPO

SPORT PERDE BOA OPORTUNIDADE

Logo aos 6 minutos da etapa complementar, o Sport teve uma boa oportunidade de abrir o marcador. Thiago Lopes puxou contra-ataque, trocou passe com Everaldo, mas na hora de dar para Zé Welison, Matheus Bahia estava esperto e conseguiu fazer o corte.

BAHIA PERDE DUAS CHANCES DE OURO
A resposta do Bahia veio em duas grandes chances criadas em um espaço de menos de 10 minutos. Na primeira, Luiz Otávio desviou de cabeça para Rossi, que na entrada da pequena área chutou para fora. A segunda foi ainda mais clara. Após bola levantada na área, o zagueiro Conti, dentro da pequena área e de frente para gol, chutou por cima do gol.

TRICOLOR DE AÇO PRESSIONA O SPORT, MAS NÃO FAZ O GOL
A equipe do Bahia continuou dominando o jogo e pressionando o Sport. O ataque do Tricolor de Aço buscou de todas as formas, mas faltou competência para colocar a bola para dentro do gol do goleiro Mailson.

QUEM NÃO FAZ, TOMA!
E aquele ditado antigo se confirmou: quem não faz, toma! No único ataque do Sport no fim do jogo, a bola entrou. Em jogada em velocidade pelo lado direito, Hayner cruzou e Mikael, sozinho no meio da área, cabeceou bem e fez o gol que deu a vitória para o Leão da Ilha: 1 a 0 placar final.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 0 X 1 SPORT
Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)
Data e hora: 1º/08/2021 - 18h15 (de Brasília)
Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Cartões amarelos: Patrick de Lucca, Rossi (BAH); Mikael, Luciano Juba, Tréllez (SPO)
Cartões vermelhos:
Gol: Mikael, aos 43 do 2ºT (Sport)

BAHIA (Técnico: Dado Cavalcanti)
Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick de Lucca (Maycon Douglas, aos 29’/2ºT), Jonas (Matheus Galdezani, aos 29’/1ºT) e Daniel; Rodriguinho (Ronaldo César, aos 39’/2ºT), Rossi (Óscar Ruíz, aos 39’/2ºT) e Gilberto.
SPORT (Técnico: Umberto Louzer)
Maílson; Hayner, Rafael Thyere, Sabino e Chico; José Welison, Ronaldo Henrique e Thiago Lopes (Luciano Juba, aos 13’/2ºT); Everaldo (Tréllez, aos 21’/2ºT), Paulinho Moccelin e André (Mikael, aos 21’/2ºT).