Abel Ferreira x Ceará

Treinador do Palmeiras, Abel Ferreira, não gostou da arbitragem da partida (Foto: Cesar Greco/SE Palmeiras)

LANCE!
10/04/2022
01:26
São Paulo (SP)

Ao falar sobre a derrota do Palmeiras por 3 a 2 para o Ceará, na estreia no Brasileirão, no Allianz Parque, o técnico Abel Ferreira reconheceu a má atuação da equipe alviverde, mas deu méritos ao adversário. Além disso, o português voltou a reclamar do calendário do futebol nacional.

GALERIA

> ATUAÇÕES: Verdão sofre apagão coletivo no início e paga a conta com derrota
> Google revela os times mais buscados nas últimas duas décadas no Brasileiro

- Não deu, mas tenho que parabenizar o Ceará. Foi muito agressivo, jogou bem e mereceu a vitória. Nós não conseguimos ser o Palmeiras de seis dias atrás. Mentalmente e fisicamente falando. Não tem jeito. Temos que jogar. Terça-feira estaremos aqui de novo e assim vamos. O ano acaba em novembro e um campeão vai ter. Mas temos que encarar isso e eu assumo totalmente a culpa pela derrota - afirmou o português.

TABELA

> Confira a tabela completa do Brasileirão 2022!

Durante os 90 minutos, o treinador do Verdão estava com os nervos à flor da pele na beira do gramado e levou um cartão amarelo ainda no primeiro tempo por reclamação. Abel reclamou da arbitragem e disse ter sido uma situação triste.

- Foi escandaloso! Não vou falar, não me façam mais perguntas sobre isso ou vou dizer o que não quero e serei castigado por isso. As imagens falam por mim desde o primeiro minuto de jogo, mas isso não controlo, não sou eu, o técnico, que controla isso. O que vi foi muito triste, estou muito triste porque meus atletas não mereciam - concluiu.

O Palmeiras de Abel Ferreira volta ao Allianz Parque na terça-feira (12), para enfrentar o Independiente Petrolero, da Bolívia, às 21h, pela Copa Libertadores.

Clique aqui e ganhe R$50 para jogar no Galera.bet