Vasco x Botafogo

Desde aquele jogo contra o Vasco, são cinco jogos e quatro derrotas longe do Nilton Santos (Celso Pupo/Fotoarena)

Felippe Rocha
12/08/2018
06:00
Curitiba (PR)

Faz tempo. Dia 2 de junho. Nesta data, o Botafogo vencia o Vasco, em São Januário por 2 a 1. Desde então, foram cinco jogos fora de casa e o melhor resultado foi um empate. Para fazer evaporar esse péssimo retrospecto, o Glorioso quer voltar a somar três pontos longe do Estádio Nilton Santos neste domingo, no Durival de Britto.

Para a partida, que começa às 11 horas e terá transmissão em tempo real do site do LANCE!, o Alvinegro vai rever Maicosuel, tentando evitar o sucesso da famosa "Lei do Ex". Por outro lado, tem coincidências positivas para lembrar antes do jogo.

O técnico Zé Ricardo, por exemplo, vai estrear. E quando ele estreou pelos rivais Flamengo e Vasco foi com vitória. Aliás, o último jogo do atual comandante botafoguense pelo Cruz-Maltino foi exatamente o clássico de 2 de junho. Mas agora ele mira - e acredita - no sucesso do outro alvinegro.

- Qualquer trabalho, para dar certo, precisa de alguns componentes. Bom ambiente para que a vitória aconteça é um. O grupo pensa positivo e, agora, o que a gente precisa é viver as reações de vitória, derrota e empate. Outro aspecto importante para que flua são os resultados - entende Zé.

Melhorar a campanha como visitante é um dos aspectos primários para Kieza, Valencia e companhia terem mais êxito na temporada. A trajetória deles sob as ordens do novo comandante começa neste domingo. Por sucesso no principal torneio do país e na disputa internacional.

- Confiança é fundamental para qualquer coisa da vida. Tomara que façamos desse jogo o início de uma caminhada para buscarmos nosso caminho no Campeonato Brasileiro e, depois, busquemos nosso caminho na Sul-Americana - finaliza o treinador.

Depois daquele 2 a 1 no Vasco

Bahia 3 x 3 Botafogo - 10/6
Num jogo movimentado na Fonte Nova, Aguirre foi expulso, mas o Glorioso ganhava até um dos últimos lances da partida, quando cedeu o empate.

Corinthians 2 x 0 Botafogo - 18/7
Após sofrer gol nos primeiros minutos, o Botafogo criou em exaustão, mas parou na grande noite de Cássio. E ainda foi castigado no fim.

Flamengo 2 x 0 Botafogo - 21/7
Desta vez foram dois gols no início do jogo, que tornaram a reação da equipe alvinegra praticamente inviável.

Internacional 3 x 0 Botafogo - 29/7
Com time-misto visando a Copa Sul-Americana, o time não resistiu ao poderio ofensivo da equipe gaúcha. Placar elástico e muitas críticas.

Nacional-PAR 2 x 1 Botafogo - 1/8
Pouco organizado, o Glorioso falhou, não aproveitou as oportunidades que teve e viu o técnico Marcos Paquetá ser demitido logo após a partida.