Uniforme II - Botafogo

Botafogo tem projeto de internacionalização da marca e vai vender seu uniforme em outros dez países (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

Sergio Santana
19/01/2022
12:02
Rio de Janeiro (RJ)

Se o Botafogo ainda está em indefinição sobre qual será o fornecedor de material esportivo para os próximos anos, o clube não quer perder tempo para aumentar a rede de vendas. O Glorioso está perto de expandir as vendas da loja virtual para dez países espalhados por cinco continentes do planeta - contando a própria América do Sul.

+ Marcinho não é mais jogador do Botafogo: saiba as contratações, saídas e sondagens do clube

Atualmente, a loja do Botafogo faz entregas apenas para o território nacional. O departamento do clube está se estruturando e perto de aumentar a cobertura de entrega em dez vezes. O jornal "O Globo" informou primeiramente e o LANCE! confirmou.

Inicialmente, os países que a loja do Botafogo terá cobertura são Austrália, Canadá, China, Escócia, Estados Unidos, Inglaterra, Hong Kong, Japão, Nova Zelândia e País de Gales. Ainda não há uma data certa para as vendas iniciarem, mas a expectativa é que seja em breve.

O movimento faz parte do movimento de internacionalizar a marca Botafogo, algo que foi potencializado desde a chegada de John Textor, investidor que assinou um contrato vinculante para adquirir 90% da SAF do Alvinegro. O processo, liderado por Lênin Franco, já estava sendo tocado e foi aumentado.

A forma de pagamento, inicialmente, será o PayPal. A estrutura será mantida com a FutFanatics, plataforma usada pelo Botafogo para a criação da loja que estreou em julho do ano passado.

O investimento em e-commerce se dá pelos resultados positivos que o clube teve com as vendas online. Apesar das lojas físicas ainda estarem desativadas, os números apresentados com os negócios online são vistos como animadores internamente.

Os países foram escolhidos pelo Botafogo. Entre estrategias de entrega e monitoramento de alvos de mercado, essas foram as nações escolhidas inicialmente. A Grã-Bretanha vai, por exemplo, pela recente aproximação dos torcedores do Crystal Palace-ING, outro time que John Textor possui ações, tiveram com o Alvinegro.