Agressão no Nilton Santos

Sergio Fernando, no chão é agredido durante Botafogo e Flamengo (Foto: Reprodução)

LANCE!
08/11/2019
15:08
Rio de Janeiro (RJ)

As cenas de violência marcaram o clássico entre Botafogo e Flamengo, nesta quinta, no Estádio Nilton Santos. Em um dos vídeos que circulam nas redes sociais, um homem caído no chão é agredido por um grupo de torcedores do Botafogo - assim como os seguranças que o retiram do local. Este homem é Sergio Fernando Pacheco Cavalcanti, 38 anos, que foi apontado como "rubro-negro infiltrado" na torcida do Botafogo. Porém, ele era torcedor do Alvinegro.

Quem confirmou a informação foi Ana Paula, esposa do Sergio, em entrevista ao "Globoesporte". Ana disse que Sergio foi hospitalizado, mas já está em casa.

- No momento do gol do Flamengo, ele decidiu ir ao banheiro e depois iria embora. Ele é taxista, trabalhador e pai de família. Meu marido foi espancado ao ponto de estar sem o dente da frente, com escoriações pelo corpo... ele levou mutas pancadas na cabeça , não sei como ele está vivo; foi um milagre! Isso é vandalismo puro além de espancado levaram a camisa do Botafogo , o celular e o cordão - afirmou a esposa do torcedor agredido, antes de seguir:

- Meu marido já está em casa e bem na medida do possível. Não possui lesões gravíssimas. Ele está com a boca costurada, sem um dente da frente e escoriações no corpo. Passou a madrugada no Salgado Filho, fez tomografia da cabeça e foi liberado com encaminhamento médico e medicação - completou.

No vídeo, Sergio Fernando é retirado do local por seguranças, que também foram agredidos no setor Leste Inferior, exclusivo aos torcedores do Botafogo. O L! ouviu Roberto Nascimento, que foi quem se colocou à frente do torcedor.