Botafogo x Chapecoense - Gabriel

Gabriel está focado no duelo com o Palmeiras (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

LANCE!
10/10/2019
16:26
Rio de Janeiro (RJ)

O clima de festa no Botafogo pela vitória por 3 a 1 sobre o Goiás, na última quarta-feira, durou pouco. Um dia depois de encerrar o jejum de cinco jogos se, vitórias no Campeonato Brasileiro, áudios vazados do ex-presidente Carlos Augusto Montenegro com críticas ao elenco voltaram a tumultuar o ambiente no clube.  Questionado sobre o assunto, em coletiva nesta quinta-feira, o zagueiro Gabriel preferiu desviar o foco para o desempenho do time em campo. 

– Não escutei o áudio, mas já vi o comentário de todo mundo. Respeitamos as opiniões dele. Cada um tem sua opinião, sua ideia. Mas aqui tem um grupo de jogadores profissionais, que se dedicam bastante, correm bastante. O tanto que o João Paulo e o Pimpão correram ontem foi um absurdo. Demos a vida em campo. Tentamos deixar isso de lado e focar nesse momento maravilhoso que tivemos ontem, para dar sequência e continuidade – disse Gabriel.

O autor do primeiro gol contra o Goiás saiu em defesa do meia Leo Valencia e do atacante Rodrigo Pimpão, principais alvos do ex-dirigente, nas conversas divulgadas. 

– A confiança que o Valencia e o Pimpão têm vai continuar sendo a mesma. Ontem o Leo entrou e ajudou a equipe. O Pimpão correu um absurdo, sentiu cãibra nas duas pernas. A gente tem que valorizar isso, o que foi feito de bom. Essas coisas extracampo tem que deixar de lado. Com toda a dificuldade do clube, ninguém nunca deixou de jogar, de ir a um treino sequer. Prefiro valorizar a vitória e todos os jogadores.

TABELA 

Confira aqui a classificação do Campeonato Brasileiro

Desafio contra o Palmeiras

O Botafogo volta a campo no próximo sábado, às 21h (de Brasília), quando viaja até São Paulo para encarar o Palmeiras. O time terá quatro desfalques importantes para a partida. Pimpão, Cícero, Diego Souza e Marcelo Benevenuto receberam o terceiro cartão amarelo contra o Goiás e cumprem suspensão automática. Ainda assim, Gabriel acredita em um bom resultado diante dos paulistas.

– Sabemos da dificuldade que é jogar contra o Palmeiras, em São Paulo. É um clube que tem um elenco gigantesco, super qualificado, um treinador experiente, que sabe jogar o jogo. Sabemos que é muito difícil, mas somos capazes de chegar lá e conseguir um bom resultado. Em vez de lamentar os desfalques, prefiro dar confiança para os jogadores que vão entrar. Esse voto de confiança eles têm de todos os jogadores e da comissão técnica – finalizou.