Botafogo

Este é o primeiro grande desafio do Botafogo na semana (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

LANCE!
14/04/2021
06:30
Rio de Janeiro (RJ)

Na noite desta quarta-feira, ABC e Botafogo se enfrentam, no estádio Frasqueirão, em partida válida pela segunda fase da Copa do Brasil, às 21h30. O duelo marca o primeiro grande desfaio do Glorioso na semana. Hoje, enfrenta o Alvinegro Potiguar na competição que dá prêmios milionários e, no sábado, encara o Fluminense para se manter vivo na busca pela classificação para fase semifinal do Campeonato Carioca.

> Conselho Deliberativo do Botafogo aprova orçamento para 2021

A Copa do Brasil é importante para o Botafogo por causa do valor de premiação. Se a classificação para a segunda fase "pagou" mais da metade de um mês de salários, o time que conseguir a vaga para a terceira fase arrecadará R$ 1,7 milhão.

Assim, avançar na Copa do Brasil combina dois cenários importantes para o Botafogo: ajudar o clube financeiramente e também dar confiança ao elenco. Este último ponto, principalmente devido ao próximo compromisso do Alvinegro no Campeonato Carioca.

Após três empates consecutivos contra os times pequenos, o Botafogo precisa obrigatoriamente vencer o Fluminense para chegar na última rodada da competição com chances matemáticas de classificação para as semifinais. Com ciência dos benefícios, o meia Marco Antônio projetou a partida contra o ABC e destacou a importância de estar concentrado para poder avançar.

- O elenco que a gente tem aqui está preparado e muito motivado a fazer um bom jogo lá contra o ABC. A gente está muito focado mesmo em passar dessa segunda fase, porque vai ser bom para nós jogadores e bom para o clube. Seguir adiante é sempre bom, vai dando ritmo também para nós. E a Copa do Brasil é muito difícil de jogar, porque é mata-mata, você tem que estar bem concentrado para fazer o melhor - disse Marco Antônio antes da viagem à cidade de Natal.

PARA AVANÇAR, TEM QUE CORRIGIR

Nos últimos três jogos da temporada, o Botafogo empatou - nos últimos dois, especificamente, chegou a ter a vantagem no placar, mas não conseguiu segurar o resultado. Dessa vez, o empate não ajuda. Se contra o Moto Club, na primeira rodada da Copa do Brasil, o empate classificava o Glorioso, agora, o empate leva a partida para as penalidades. Assim, caso queira seguir em frente, o Alvinegro precisará mostrar que corrigiu os erros do sistema defensivo que complicaram a equipe no Estadual.

- A gente não teve a consistência defensiva necessária para poder sustentar o resultado. Nos dois momentos nós estivemos na frente e vamos precisar trabalhar. Mas não é só a defesa, é o sistema defensivo como um todo, para começar a partir dos atacantes, depois com a linha de quatro com os extremas e com os volantes - analisou o técnico Marcelo Chamusca após o empate contra o Volta Redonda.