Durcesio Mello - Botafogo

Durcesio Mello é o presidente do Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

LANCE!
28/06/2021
16:12
Rio de Janeiro (RJ)

Os áudios vazados voltaram a aparecer no Botafogo. Rotina durante a última temporada, agora foi a vez de Durcesio Mello, presidente do clube, ter um conteúdo divulgado na internet. Circulou nesta segunda-feira uma explicação do mandatário sobre a venda de Paulo Victor ao Internacional.

Chamusca mostra confiança em Guilherme para substituir PV: 'Contratação de lateral não é planejamento'

Durcesio revelou que ficou triste pelo formato da negociação, mas que precisava ter vendido o lateral-esquerdo para quitar os compromissos salariais com os jogadores e os funcionários.

- O Botafogo recebeu tudo à vista, R$ 2,6 milhões agora e vai ter R$ 400 mil até o fim do ano. Todo o dinheiro está no sindicato, ou seja, 100% para pagar salários de jogadores e funcionários, que a gente precisa. Você tem que entender o seguinte: se eu não pagar salários, eu perco o jogador de qualquer maneira. Se o Inter vender, ainda temos 25% do passe. O Inter vende por 10 milhões de euros, temos 2,5 milhões de euros no bolso. Simples assim. A gente precisava. Você acha que não estou triste? Estou triste de vender o PV, porque apareceu essa oportunidade - afirmou.

O mandatário também revelou que o dinheiro está sendo "protegido" pelo Sindicato - ou seja, as chances da verba ser penhorada por credores é mínima, já que o valor será endereçado ao pagamento dos colaboradores do Botafogo.

+ Veja a tabela da Série B

Paulo Victor já foi apresentado no Internacional e iniciou treinamentos com a nova equipe, no Rio Grande do Sul. O Botafogo ficou com Guilherme Santos, Rafael Carioca e Hugo, do time sub-20, como opções para a lateral-esquerda.