Keno fez o gol que tirou o Galo do sufoco no Mineirão diante do Tombense

O Galo conseguiu vencer o Tombense no primeiro jogo da decisão Mineira graças a Keno, com um gol no último minuto de jogo-(Bruno Cantini/Atlético-MG)

Valinor Conteúdo
26/08/2020
23:39
Belo Horizonte

Em um bom jogo, movimentado, o badalado time do Atlético-MG sofreu, mas conseguiu vencer o Tombense 2 a 1, gols de Rubens de pênalti, com Eduardo Sasha empatando para o Alvinegro e Keno, aos 52 minutos do segundo tempo, marcando o tento da virada no primeiro duelo da final do Campeonato Mineiro, nesta quarta-feira, 26 de agosto, no Mineirão.

O campeão Mineiro de 2020 será conhecido no domingo, dia 30, também no Gigante da Pampulha, às 16h. Para levar o seu 45º título, o Galo pode empatar que leva o troféu. Para o Tombense, uma vitória simples garante a inédita conquista do time do interior de Minas.

Com estratégias distintas, o confronto teve boas alternativas, com muita pressão do Atlético durante o jogo, mas sem ter muitas chances claras de gols, apesar do volume maior de jogo. O Tombense se defendia bem, pois estava bem postado em campo e conseguir bons contra-ataques, dificultando muito a vida do Galo na partida.

Escalação ultra ofensiva

Sampaoli parecia que queria decidir logo do título mineiro. Ele colocou em campo apenas um volante, Jair, com o restante da equipe com cinco jogadores com características de ataque: Hyoran, Savarino, Keno, Marrony e Eduardo Sasha. A defesa ficou formatada de forma “convencional” para os padrões do técnico argentino com Guga, Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana.

Muita correria, finalizações, mas poucas chances reais de gol

O Tombense segurou bem o Galo na etapa inicial, com boa marcação e não permitindo que o alvinegro girasse muito a bola. Já o Atlético, com cinco homens mais ofensivos, tinha muita correria, mas pouco trabalho no meio de campo para criar as jogadas. Apesar do volume maior de jogo, o time de Sampaoli não teve uma chance incrível de gol na etapa inicial.

VAR interfere e Tombense abre o placar

Em um lance aparentemente sem importância, com uma defesa de Rafael após cruzamento de João Paulo, chamou a atenção do VAR, que viu, de forma correta, um pênalti de Junior Alonso em Rubens. Jogada revisada, penalidade marcada e Rubens bateu no cantinho esquerdo do goleiro alvinegro.

Reação imediata do Galo. Sasha coloca lá dentro!

Em uma falha do goleiro Felipe, que vinha bem na partida, o goleiro do Tombense rebateu um chute de Junior Alonso e no rebote, Eduardo Sasha empatou o jogo, marcando o seu primeiro tento pelo time mineiro.

Tombense toma coragem e Rafael faz dois “milagres”

Em uma bola alçada na área do Galo, Rubens cabeceia, Rafael defende, na volta, o goleiro atleticano salva o alvinegro com a ponta dos pés. O lance mostra que o Tombense não temeu a força do Atlético no Mineirão e também buscou o gol, dentro de suas possibilidades.

Jogo de estratégias e boas ações

O bom time do Tombense manteve sua estratégia de jogo diante do Galo, que mesmo atacando bastante, não conseguia arrematar muitas vezes ao gol de Felipe na etapa final, apesar de um volume de jogo mais forte.

Keno Salvador

Na última bola do jogo, Keno recebeu sozinho, chutou, a bola desviou na zaga do Tombense e foi morrer no fundo das redes do goleiro Felipe. O gol foi aos 52 minutos do segundo tempo, o que gerou reclamações da equipe de Tombos que queriam o fim do jogo após o tempo de acréscimo ter encerrado.

Próximos jogos

O duelo se repetirá no domingo, 30 de agosto, às 16h, no Mineirão, quando será conhecido o campeão estadual de 2020. No Brasileiro, o Galo volta a jogar em 3 de setembro, quando encara o São Paulo, no Mineirão. O jogo contra o Athletico-PR, da seta rodada foi adiado em função da final mineira. Já o Tombense, que joga a Série C, volta a campo pela competição nacional no dia 6 de setembro, diante do Ypiranga, fora de casa. A partida contra o Cricíuma, que seria domingo, 30, também foi adiada. Será em 30 de setembro.


FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 2 x 1 TOMBENSE
Data-Horário: 26 de agosto, às 21h30
Estádio-Local: Mineirão, Belo Horizonte(MG)
Árbitro: Marco Aurélio Augusto Fazekas (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Celso Luiz da Silva
Cartões amarelos: Jair(ATL), Rodrigo(TOM),Marquinhos(TOM), Keno(ATL)
Cartões vermelhos:-

Gols: Rubens, aos 17’-2ºT(0-1), Eduardo Sasha, aos 19’-2ºT(1-1), Keno, aos 52’-2ºT(2-1)


Atlético-MG: Rafael, Guga(Mariano, aos 34’-2ºT), Réver, Júnior Alonso e Guilherme Arana. Jair, Hyoran(Bruno Silva, aos 18’-2ºT), Savarino(Marquinhos-intervalo), Keno, Marrony(Alan Franco-intervalo) e Eduardo Sasha(Allan, aos 34’-2ºT). Técnico: Jorge Sampaoli


Tombense: Felipe Corrêa, David(Da Silva, aos 46’-2ºT), Admilton, Matheus Lopes e João Paulo;Rodrigo(Falcão, aos 40’-2ºT), Serginho(Ramon, aos 46’-2ºT) e Ibson; Cássio Ortega,Marquinhos(Gabriel Lima, aos 22’-2ºT) e Rubens(Maycon Douglas, aos 40’-2ºT) Técnico: Eugênio Souza