Atletico-MG x Botafogo

Triunfo sobre o Botafogo foi a chave para um 2019 com melhor perspectiva- Dudu Macedo / Fotoarena

Valinor Conteúdo
03/12/2018
18:06
Belo Horizonte

Vencer o Botafogo e ir para a Libertadores foi um grande negócio para o Atlético-MG. Além de recuperar o prestígio de disputar a competição sul-americana, o Galo terá um alivio de calendário na temporada.

A equipe mineira, ao se garantir na disputa continental, ganhou o direito de ir direto para a fase oitavas de final da Copa do Brasil, evitando a disputa das fases preliminares, poupando o time de longas viagens e possíveis surpresas.

Outra vantagem para o Galo é poder tentar o bicampeonato do mata-mata nacional em menos jogos, Passando de fase até a final, o título, e a premiação de 50 milhões, poderão vir em apenas oito jogos, como aconteceu com o rival Cruzeiro em 2018.

Em 2018, o Galo disputou a competição desde o inicio e quase foi eliminando pelo Atlético-AC, causando a demissão de Osvaldo de Oliveira, iniciando uma crise no clube que demorou a ser estancada. Mesmo avançando, o clube não passou das oitavas de final quando perdeu para a Chapecoense justamente nas oitavas de final.

Iniciando a Copa do Brasil nesta fase, elimina o desgaste físico e até possíveis surpresas no maior mata-mata do Brasil.

- A classificação foi para a Libertadores foi muito importante, pois também nos deu o direito de jogar a Copa do Brasil mais a frente, disse o goleiro Victor.

O Galo, juntamente com os demais clubes que jogarão a Libertadores estreiam na competição entre os meses de maio de junho.